Info

Covid-19: PCP questiona Governo sobre medidas para abastecimento alimentar

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 26 mar 2020 (Lusa) -- O PCP questionou hoje o Governo sobre as medidas que vai adotar para que o "abastecimento alimentar do país seja garantido" e a "sustentabilidade do setor agrícola nacional" durante a crise causada pela pandemia de covid-19.

A bancada comunista quer ainda saber os apoios que o executivo pretende tomar para "apoiar os pequenos e médios agricultores e produtores", numa pergunta ao Ministério da Agricultura, enviada através da Assembleia da República.

Para os comunistas, "a segurança e capacidade de abastecimento alimentar podem estar ameaçadas" pela atual pandemia, no país e no mundo, pelo que é necessário "assegurar maior capacidade de produzir" o que Portugal "necessita para a sua alimentação".

Numa nota divulgada hoje, o PCP defende medidas para a "manutenção dos postos de trabalho e dos rendimentos da população, a salvaguarda das micro, pequenas e médias empresas e agricultores", mas também propõe a "intensificação da produção nacional" que permita "o aumento da disponibilidade de bens alimentares e essenciais".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, registaram-se 60 mortes, mais 17 do que na véspera (+39,5%), e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 549 novos casos em relação a quarta-feira (+18,3%).

O país encontra-se em estado de emergência até às 23:59 de 02 de abril devido à pandemia.

 

NS // JPS

Lusa/fim

+ notícias: Política

Presidente do CDS-PP diz que a "TAP não pode significar ser todos a pagar a Lisboa Airlines"

Francisco Rodrigues dos Santos, Presidente do CDS-PP, disse, esta quinta-feira em entrevista ao Porto Canal, que o partido tem uma posição "muito clara", quanto ao que diz ser "a resolução do imbróglio da TAP para o qual muito contribuiu a inoperância e ausência de soluções por parte do Ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos". Francisco Rodrigues dos Santos afirma que "o CDS tem a certeza absoluta é que TAP não pode significar ser todos a pagar a Lisboa Airlines".

Covid-19: PCP Porto defende mais camas e dinheiro para os hospitais públicos

O PCP apresentou um plano de emergência para o Serviço Nacional de Saúde. Os comunistas defendem mais camas e mais dinheiro para os hospitais públicos.

Bloco de Esquerda do Porto defende que autarquia deve assegurar respostas habitacionais aos sem-abrigo

Os deputados municipais do Bloco de Esquerda do Porto defendem que devem ser asseguradas respostas habitacionais aos sem-abrigo, considerando que a autarquia deve rapidamente redirecionar as suas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.