Info

Covid-19: Governo aprova suspensão até setembro de créditos à habitação e de empresas

Covid-19: Governo aprova suspensão até setembro de créditos à habitação e de empresas
| Política
Porto Canal com Lusa

 O Governo aprovou hoje a suspensão até setembro do pagamento de créditos à habitação e de créditos de empresas, para famílias e empresas com quebra de rendimentos pela crise provocada pelo surto de covid-19.

O decreto-lei foi aprovado em Conselho de Ministros e, segundo disse em conferência de imprensa o ministro da Economia, Siza Vieira, implica a suspensão quer de capital quer de juros por seis meses, até 30 de setembro.

"Esta medida permite às famílias e empresas ficarem aliviadas de um esforço significativo dos próximos tempos", disse Siza Vieira, referindo ainda que os clientes que beneficiem das moratórias nos créditos não ficarão marcados como devedores em dificuldades.

Ainda segundo o governante, a totalidade dos créditos que podem ter moratórias representam um valor total de 20 mil milhões de euros.

Nos créditos à habitação, a suspensão dos pagamentos é válida para créditos de habitação própria permanente.

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, hoje divulgado, "o sistema financeiro tem um especial dever de participação neste esforço conjunto pela sua função essencial de financiamento da economia".

+ notícias: Política

Pedro Filipe Soares diz que é necessário negociar com o Governo para "retirar informação e testar a exequibilidade das propostas”

Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do Bloco de Esquerda, explica que é necessário negociar com o Governo novas medidas para minorar os efeitos sociais da atual crise e para “retirar informação e testar a exequibilidade das propostas” apresentadas pelo partido.

Pedro Filipe Soares diz que tensão com PS é um assunto "da arqueologia política"

Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do Bloco de Esquerda, afirma que o partido não se interessa com a tensão com o PS e que o assunto é "da arqueologia política".

António Costa assina despacho de tolerância de ponto nos dias 09 e 13 no período da Páscoa

O primeiro-ministro assinou um despacho a conceder tolerância de ponto nos próximos dias 09 e 13, no período da Páscoa, a todos os trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.