Info

Covid-19: Esposende cria “fundo de ajuda interno” para combater consequências de coronavírus

Covid-19: Esposende cria “fundo de ajuda interno” para combater consequências de coronavírus
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Câmara Municipal de Esposende criou um "fundo de ajuda interno" para combater as consequências sociais do novo coronavírus, financiado pelo "desvio das verbas" que estavam destinadas a atividades desportivas e culturais, entretanto canceladas.

Em declarações à Lusa, o presidente daquela autarquia do distrito de Braga, Benjamim Pereira, explicou que a "saúde financeira" do município e a "libertação de verbas" que estavam inscritas para atividades que tiveram que ser canceladas ou adiadas "permite dar uma ajuda adicional" aos munícipes.

Entre as medidas previstas, está o investimento de 40 mil euros na aquisição de p proteção individual para as Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho, que prestam apoio aos idosos, nomeadamente nos lares e no apoio domiciliário, como luvas, máscaras, batas, tocas e desinfetante.

"Tínhamos uma agenda de atividades desportivas e culturais muito intensa mas que estão proibidas e são desaconselhadas por causa do novo coronavirus. Resolvemos então direcionar aquele dinheiro para ajudas efetivas à população, em várias frentes", disse.

Aquele investimento, esclareceu o autarca, "é o primeiro de um conjunto de medidas pensadas e estruturadas" ao abrigo do novo fundo.

"Estas medidas não vão ser para toda a população, porque as necessidades não são iguais numa família que perdeu rendimentos com o combate ao novo coronavírus. Por exemplo, não faz sentido descontos nas taxas para todos quando só alguns são afetados", explicou.

Entre as medidas, disse, estão "descontos na taxa de água para empresas, para famílias com perda de rendimentos, um pacote de fundos de ajuda consoante as indicações da Direção Geral da Saúde (DGS) e do conselho de proteção da proteção civil".

O autarca lembrou que "não há uma certeza no limite temporal de ação do novo coronavírus, por isso anunciar medidas a longo prazo não teria sentido".

"Vamos agir de forma responsável e pensando que não é um fenómeno localizado nem no tempo nem no espaço, por isso vamos fazendo um avaliação consoante a evolução da situação", explicou.

Para o autarca, "esta situação veio também mostrar a importância dos municípios pela proximidade à população quer pelo trabalho no terreno".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 450 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 20.000.

Portugal regista hoje 60 mortes associadas à covid-19, mais 17 do que na quarta-feira, e 3.544 casos de infeção, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

+ notícias: Norte

Covid-19: Centro de testes ao novo coronavirus já está em funcionamento em Gondomar

No Pavilhão Multiusos de Gondomar já está em funcionamento o centro de testes à Covid-19. Entre as medidas de contenção levadas a cabo pela autarquia está também a disponibilização de 800 tablets a alunos do concelho e acesso à Internet.

Covid-19: Rede solidária faz nascer hospital de retaguarda em Viana do Castelo

Uma semana bastou a cerca de uma centena de voluntários de Viana do Castelo para pôr de pé um hospital preparado para receber doentes de covid-19, em recuperação, através de uma rede de solidariedade que mobilizou várias freguesias.

Covid-19: Inquérito do ISPUP indica 6 novos testes diários por cada mil pessoas

Um inquérito do Instituto Superior de Saúde Pública (ISPUP) junto de mais de 6.000 portugueses concluiu que têm sido realizados diariamente cerca de seis testes de covid-19 por cada mil pessoas e diagnosticado "perto de três novos casos".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.