Info

Covid-19: Alemanha regista quase duas centenas de vítimas mortais

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Berlim, 26 mar 2020 (Lusa) -- A Alemanha anunciou hoje um aumento de 44 vítimas mortais da covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 198 o número total de mortos, ainda assim uma baixa taxa de letalidade se comparada com outros países.

Segundo dados da página oficial do Instituto Robert Koch, entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças, o país confirma 36.508 infetados, com um crescimento de 4.954 face ao dia anterior.

As regiões da Baviera, Renânia do Norte-Vestefália, e Bade-Vurtemberga continuam a ser os mais afetados, com 7.993, 7.924 e 7.283 casos respetivamente.

O Bundestag (câmara baixa do parlamento alemão) aprovou esta quarta-feira um pacote de medidas de apoio à economia, o maior desde a II Guerra Mundial, com um volume total de 750 mil milhões de euros para ajudar a enfrentar os efeitos da pandemia covid-19.

O novo coronavírus, já infetou perto de 450 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 20.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

 

JYD // FPA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: Erro de fabrico levanta questões sobre testes com vacina da AstraZeneca/Oxford

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford reconheceram hoje um erro de fabrico que está a levantar questões sobre os resultados preliminares e a eficácia da sua vacina experimental contra a covid-19.

Covid-19: Rússia anuncia eficácia de 95% da vacina Sputnik V

A Rússia anunciou hoje que sua vacina Sputnik V contra a covid-19, desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em Moscovo, tem uma eficácia de 95% eficaz, segundo resultados preliminares.

Entidade europeia alerta que países que retirem medidas do Covid-19 para o Natal terão aumento de internamentos em janeiro

O Centro Europeu de Controlo de Doenças estima que se os países que em outubro e novembro tomaram novas medidas para controlar a pandemia as levantassem a 21 de dezembro, os internamentos hospitalares aumentariam na primeira semana de janeiro.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Exposição 'A Arte do Falso'

D'Mais

Upcycling Project - suporte para facas