Info

Covid-19: Governo timorense quer adquirir mais de 100 ventiladores

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Díli, 26 mar 2020 (Lusa) -- O ministro dos Negócios Estrangeiros timorense disse hoje que o Governo quer obter, através de compra e de apoios bilaterais, mais de uma centena de ventiladores para responder à pandemia da covid-19 no país.

"Estamos em coordenação com os países vizinhos e outros parceiros, para obter equipamento e para comprar outro", afirmou Dionísio Babo, no debate da declaração do estado de emergência no Parlamento Nacional.

"O mais importante é a questão dos ventiladores. Estamos a ver se conseguimos, tanto com o apoio dos nossos parceiros, quer por aquisição, contar com mais de 100 ventiladores que são importantes para lidar com a doença", indicou.

Fontes do setor de saúde disseram à Lusa que atualmente Timor-Leste tem apenas seis ventiladores, todos eles no Hospital Nacional Guido Valadares.

Além de ventiladores, Babo explicou que vão ser adquiridos outros equipamentos hospitalares, medicamentos e equipamento de proteção pessoal para funcionários da saúde.

O chefe da diplomacia timorense explicou que a Austrália tem estado a apoiar o Laboratório Nacional para que possam ser realizados testes a nível geral, sem que seja necessário enviar as amostras recolhidas para aquele país.

O Governo está igualmente a negociar com os países vizinhos para garantir que o envio de equipamento e, eventualmente, de pessoal médico, possa ser concretizado independentemente das restrições.

Timor-Leste tem atualmente um caso da covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 450 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 20.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

ASP // EJ

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: Erro de fabrico levanta questões sobre testes com vacina da AstraZeneca/Oxford

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford reconheceram hoje um erro de fabrico que está a levantar questões sobre os resultados preliminares e a eficácia da sua vacina experimental contra a covid-19.

Covid-19: Rússia anuncia eficácia de 95% da vacina Sputnik V

A Rússia anunciou hoje que sua vacina Sputnik V contra a covid-19, desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em Moscovo, tem uma eficácia de 95% eficaz, segundo resultados preliminares.

Entidade europeia alerta que países que retirem medidas do Covid-19 para o Natal terão aumento de internamentos em janeiro

O Centro Europeu de Controlo de Doenças estima que se os países que em outubro e novembro tomaram novas medidas para controlar a pandemia as levantassem a 21 de dezembro, os internamentos hospitalares aumentariam na primeira semana de janeiro.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Exposição 'A Arte do Falso'

D'Mais

Upcycling Project - suporte para facas