Info

Covid-19: Quatro emigrantes detidos em Chaves por desobediência à quarentena

Covid-19: Quatro emigrantes detidos em Chaves por desobediência à quarentena
| Norte
Porto Canal

Quatro emigrantes de Ribeira de Pena, que trabalham no Luxemburgo, foram detidos pela PSP de Chaves por "desobediência e desrespeito à quarentena que foi imposta", disse hoje à Lusa fonte da força policial.

Segundo o comandante da divisão de Chaves, Luís Alves, os emigrantes entraram em território português dia 22 de março e foram notificados pela GNR presente na fronteira a permanecer em quarentena durante os 14 dias determinados por lei.

Os emigrantes, com residência em Ribeira de Pena e com idades entre os 19 e 46 anos, foram hoje detidos em Chaves, no distrito de Vila Real, por "desobediência no âmbito do desrespeito à quarentena que foi imposta".

Os detidos "vão ser notificados e presentes na quinta-feira no Tribunal Judicial de Chaves", para conhecerem as medidas de coação aplicadas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

Em Portugal, há 43 mortes, mais 10 do que na véspera (+30,3%), e 2.995 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que regista 633 novos casos em relação a terça-feira (+26,8%).

Dos infetados, 276 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 22 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

+ notícias: Norte

Portugal ultrapassou os 4.000 mortos desde o inicio da pandemia

Portugal ultrapassou hoje os 4.000 mortos relacionados com a covid-19 ao contabilizar nas últimas 24 horas mais 85 óbitos e 3.919 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Covid-19: Porto é o único distrito do Norte que regista diminuição de novos casos

O distrito do Porto registou, entre a segunda e terceira semana de novembro, uma diminuição de novos casos de infeção por SARS-CoV-2, e o de Bragança o maior crescimento, segundo um relatório da Administração Regional de Saúde do Norte.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Exposição 'A Arte do Falso'

D'Mais

Upcycling Project - suporte para facas