Info

Covid-19: Costa admite fecho de escolas "muito além" das férias da Páscoa

Covid-19: Costa admite fecho de escolas "muito além" das férias da Páscoa
| Política
Porto Canal com Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu hoje, no debate quinzenal, no parlamento, que o encerramento das escolas poderá "ir muito além" das férias da Páscoa devido à pandemia de covid-19.

No debate, primeiro em resposta a Catarina Martins, do Bloco de Esquerda, e depois a Jerónimo de Sousa, do PCP, Costa admitiu que "provavelmente" o Governo decidirá "prolongar" o fecho das escolas "muito além das férias da Páscoa".

Os líderes do PCP e do BE questionaram-no sobre se o executivo iria ou não prolongar para as férias da Páscoa o subsídio criado para os pais que têm de ficar em casa com os filhos com menos de 12 anos, cujas escolas encerraram.

O chefe do Governo não deu abertura ao prolongamento dessa medida durante as férias, dado que esse período de pausa já estava previsto no calendário escolar.

O apoio aos pais deverá prolongar-se depois das férias e é nesta fase da resposta que Costa admitiu que as escolas continuem sem aulas presenciais, dado que prevê que as escolas continuem fechadas.

E na resposta a Jerónimo de Sousa repetiu a explicação, admitindo no final: "O terceiro período, provavelmente, não vai ser muito diferente do que tem sido estas semanas."

A suspensão das aulas presenciais nas escolas foi uma medida decretada pelo Governo ainda antes da declaração do estado de emergência.

+ notícias: Política

Pedro Filipe Soares diz que é necessário negociar com o Governo para "retirar informação e testar a exequibilidade das propostas”

Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do Bloco de Esquerda, explica que é necessário negociar com o Governo novas medidas para minorar os efeitos sociais da atual crise e para “retirar informação e testar a exequibilidade das propostas” apresentadas pelo partido.

Pedro Filipe Soares diz que tensão com PS é um assunto "da arqueologia política"

Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do Bloco de Esquerda, afirma que o partido não se interessa com a tensão com o PS e que o assunto é "da arqueologia política".

António Costa assina despacho de tolerância de ponto nos dias 09 e 13 no período da Páscoa

O primeiro-ministro assinou um despacho a conceder tolerância de ponto nos próximos dias 09 e 13, no período da Páscoa, a todos os trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.