Info

OE2020: Subsídio para assistência a filhos deverá subir para 100% do salário em abril

OE2020: Subsídio para assistência a filhos deverá subir para 100% do salário em abril
| Economia
Porto Canal com Lusa

O subsídio para assistência a filhos deverá passar de 65% para 100% da remuneração de referência a partir de abril, com a entrada em vigor do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), hoje promulgado pelo Presidente da República.

O aumento do valor do subsídio para assistência a filhos está previsto numa lei de 04 de setembro de 2019 que prevê várias medidas de reforço da proteção na parentalidade.

O diploma estabelece que o novo valor do subsídio entra em vigor "com o Orçamento do Estado posterior à sua publicação", tendo hoje o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno, afirmado que a lei orçamental deverá entrar em vigor em 01 de abril.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou hoje o OE2020, diploma que entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação.

O subsídio para assistência a filho é atribuído ao pai ou à mãe para prestar "assistência imprescindível e inadiável a filho, por motivo de doença ou acidente", segundo informação na página da Segurança Social.

Os pais têm direito a 30 dias por ano no caso de a criança ser menor de 12 anos ou durante todo o período de eventual hospitalização. No caso em que a criança tem mais de 12 anos, o período máximo são 15 dias anuais.

Estes períodos são acrescidos de um dia por cada filho, além do primeiro.

A assistência aos filhos pode ser aplicada nos casos dos pais que têm de ficar com os filhos devido ao encerramento das escolas, no âmbito das medidas relacionadas com o novo coronavírus, se a criança ficar em isolamento decretado pela autoridade de saúde.

As ausências ao trabalho para assistência a filho no caso de isolamento profilático são faltas justificadas e não são consideradas para o limite de 30 dias anuais previsto na lei.

+ notícias: Economia

Covid-19: Inquérito da AHRESP revela que 30% de restaurante e hotéis não pagaram salários em março

Mais de 500 hotéis e restaurantes não conseguiram pagar salários no mês de março. Cerca de mil vão mesmo ter de avançar para 'lay-off'. A Associação de Hotelaria e Restauração pede medidas urgentes para o setor.

Covid-19: Governo decreta suspensão total de prestações para habitação por seis meses

O Governo aprovou medidas para os bancos ajudarem as famílias com as prestações da casa e outros créditos. Veja em detalhe no que consistem essas medidas.

Líder parlamente do Bloco de Esquerda afirma que o Estado deve salvar a TAP e passar a mandar como proprietário

Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do Bloco de Esquerda, afirma que o Estado deve salvar a TAP porque é uma empresa estratégica para o país e se assim o fizer passa a mandar como proprietário.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.