Info

Acusados de rapto e extorsão a empresário julgados no Tribunal de Aveiro

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Aveiro, 25 mar (Lusa) - O tribunal de Aveiro vai começar a julgar em maio dois homens, de 31 e 45 anos, suspeitos de estarem envolvidos no rapto de um empresário do Porto, em março de 2011.

Entre os arguidos está o gerente de uma empresa de recuperação de créditos, de Oliveira do Bairro, que foi contratada para cobrar uma suposta dívida de 75 mil euros a um empresário ligado à montagem e manutenção de elevadores.

O outro arguido é um agente imobiliário que, segundo a acusação do Ministério Público (MP), atraiu a vítima a um prédio em construção, em Esgueira, no concelho de Aveiro, sob o falso pretexto de vir a montar ali um elevador.

O MP refere que quando o empresário chegou ao encontro foi levado para um apartamento onde o aguardavam pelo menos três indivíduos, que "foram incumbidos de privarem a vítima da liberdade e, por meio de violência e ameaças, a obrigarem a pagar a referida dívida".

Ainda segundo a acusação, o empresário foi mantido contra a sua vontade no apartamento, durante cerca de quatro horas, tendo sido obrigado a assinar cheques no valor de 80 mil euros e declarações de venda de veículos, e a entregar 400 euros que tinha consigo.

Os alegados raptores, que nunca chegaram a ser identificados, acabaram por libertar a vítima já de noite, num descampado nos arredores de Aveiro.

O MP deduziu acusação apenas contra o gerente da empresa de recuperação de créditos que terá atuado como instigador, e o agente imobiliário, imputando-lhes a prática dos crimes de rapto e extorsão.

O credor que contratou os serviços da empresa de recuperação de créditos chegou a ser constituído arguido, mas o MP não encontrou indícios suficientes para deduzir uma acusação e mandou arquivar o processo.

JYDN // JAP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Homem agredido e sequestrado durante assalto à sua residência em Famalicão

Um homem de 27 anos foi agredido e sequestrado na última noite durante um assalto à mão armada à casa onde reside em Oliveira S. Mateus, em Famalicão, disse hoje fonte da GNR.

Estudo de investigadores do Porto conclui que cães podem ajudar a detetar doneças oncológicas

Um grupo de investigadores do Porto realizaram um estudo e concluíram que os cães ao partilharem com um humano a mesma "exposição ambiental" podem alertar para o surgimento de doenças oncológicas.

Ana Pires: a primeira cientista-astronauta portuguesa da NASA

É natural de Espinho, tem 38 anos e tornou-se na primeira cientista-astronauta portuguesa da NASA. Ana Pires quer agora prosseguir os estudos na agência espacial americana e colocar Portugal no mapa espacial.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.