Info

Sérgio Conceição: "Queremos tanto ganhar como todas as pessoas que gostam e amam o FC Porto"

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

O FC Porto sai dos Açores com três preciosos pontos na bagagem. Os Dragões venceram, em Ponta Delgada, o Santa Clara por 2-0 e mantêm acesa a luta pelo título nacional. Sérgio Conceição, tal como o homónimo Oliveira, aproveitou para saudar "os meninos do IPO e do Hospital de São João". O técnico portista realça a dificuldade da partida mas salienta a entrega e determinação da equipa dos Dragões, "que demonstrou um grande espírito da parte dos meus jogadores". Sobre as opções tomadas pelo treinador, Sérgio Conceição deixa claro: "Nós com certeza que queremos tanto ganhar como todas as pessoas que gostam e amam o Futebol Clube do Porto".

"Foi um jogo de entrega, de determinação e que demonstrou um grande espírito da parte dos meus jogadores"
"Era um jogo difícil, nós apanhámos uma equipa que tem qualidade individual, que tem, também, naquilo que é a dinâmica coletiva, tem também qualidade, ou seja, é muito bem orientada. Nós tínhamos que estar a um nível elevado. Não digo naquilo que é o espetáculo, mas naquilo que era a nossa presença em todos os momentos, porque foi um jogo onde o impacto físico foi importante. Penso que tínhamos percebido que o Santa Clara, nos últimos cinco jogos, jogou da mesma forma, em 4-4-2 com um losango no meio campo. Era importante dar velocidade aos corredores laterais e provocar algumas variações do centro de jogo, para conseguir explorar o lado contrário, porque os médios interiores aí tinham dificuldade em chegar em apoio aos laterais do Santa Clara. Penso que fizemos bem, aliás o golo é boa prova disso, obviamente que o Manafá em condução, e depois em combinação direta, conseguiu ficar na cara do golo. Penso que os jogadores interpretaram bem aquilo que tínhamos para o jogo e aquilo que era a força do Santa Clara. Volto a dizer: uma equipa difícil que, aqui no seu estádio, torna sempre as coisas complicadas. Os jogadores estão de parabéns, eu acho que fizemos um bom jogo. Não foi um jogo espetacular mas foi um jogo de entrega, de determinação e que demonstrou um grande espírito da parte dos meus jogadores."

"Aproveito para mandar um beijo muito grande aos meninos do IPO"
"O treinador está sempre sujeito aos resultados. Eu acho que hoje em dia é difícil lidar com tudo aquilo que envolve o futebol, que gravita em torno do futebol. São as redes sociais, são algumas pessoas mal-intencionadas que, através da imprensa, tentam criar confusão. Desde já aproveito para mandar um beijo muito grande aos meninos do IPO, ao Hospital de São João e aos meus filhos. Porque a minha família sofre com isto. Mas não sofre com a derrota ou com a vitória, é com tudo aquilo que gravita, que é uma selvajaria, e que muitas vezes as pessoas não têm respeito por aquilo que são as pessoas, independentemente da cor clubística. Eu tenho vivido, ao longo dos anos, momentos difíceis, e só tendo uma família com grandes princípios, que foram aqueles que os meus pais me passaram, é que conseguimos, por vezes, suportar algumas coisas."

"Queremos tanto ganhar como todas as pessoas que gostam e amam o Futebol Clube do Porto"
"O Uribe estava com algumas dores na face posterior da coxa, achámos por bem não arriscar e, por isso, não foi aquecer com os colegas. Havia um ou outro jogador, devido ao acumular de jogos que tivemos no último mês, que estão alguma fadiga. Hoje era importante ter laterais que se projetassem bem na frente, também protegendo aquilo que é o cansaço do Corona e metendo-o numa zona onde estava mais protegido. Nós temos que fazer essa gestão, treinamos com os jogadores todos os dias, por vezes lá para fora as pessoas acham estranha esta ou aquela opção, mas somos nós que os treinamos e, com certeza, ninguém quer ganhar mais do que eu e os jogadores. Nós com certeza que queremos tanto ganhar como todas as pessoas que gostam e amam o Futebol Clube do Porto."

+ notícias: FC Porto

Eleições do FC Porto adiadas por tempo indeterminado

O processo eleitoral do FC Porto, previsto inicialmente para o dia 18 de abril, vai ser adiado sem data ainda definida, avança o clube no site oficial em Comunicado. José Manuel de Matos Fernandes alargou ainda o prazo para apresentação de candidaturas, que terminaria esta quinta-feira, dia 19 de março.

Nélson Puga: "Jogadores vão fazer perceber às pessoas a importância destas restrições sociais"

Após a suspensão de todas as competições de futebol profissional, a equipa do FC Porto não treinou, esta manhã, no Olival. Nélson Puga, responsável pelo Departamento de Saúde do FC Porto, explicou os procedimentos que foram adotados pelo plantel azul e branco no âmbito do combate e da prevenção do novo coronavírus. "O grupo está a reagir com a consciência cívica que deve ter", começou por esclarecer, antes de aclarar que os atletas "vão poder treinar em suas casas" e "serão monitorizados à distância". O contacto virtual é "permanente" e o fornecimento de alimentação estará garantido: "vamos disponibilizar um serviço para poder fazer chegar refeições para que eles evitem, o mais possível, ter que aceder a espaços exteriores e de contacto, para minimizar riscos de contágio", revelou o médico dos Dragões. Em conclusão, Nélson Puga elucida que o regresso à normalidade "dependerá sempre daquilo que são as recomendações externas".

Sérgio Conceição eleito o melhor treinador de fevereiro

Sérgio Conceição foi eleito o Melhor Treinador da Liga NOS em fevereiro. O técnico do FC Porto arrecadou 23,42% das preferências dos treinadores do principal escalão português.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.