Info

Eutanásia: Parlamento aprova na generalidade despenalização da morte medicamente assistida

Eutanásia: Parlamento aprova na generalidade despenalização da morte medicamente assistida
| Política
Porto Canal com Lusa

A Assembleia da República aprovou hoje na generalidade os cinco projetos para despenalização da morte medicamente assistida.

Atualizado 20-02-2020 19:11

O projeto do PS foi o mais votado, com 127 votos, 10 abstenções e 86 votos contra, sendo o do BE o segundo mais votado, com 124 deputados a favor, 14 abstenções e 85 contra.

O diploma do PAN foi aprovado com 121 votos, 16 abstenções e 86 votos contra.

O projeto do PEV recolheu 114 votos, 23 abstenções e 86 votos contra, enquanto o diploma da Iniciativa Liberal recolheu 114 votos favoráveis, 23 abstenções e 85 contra.

A votação nominal, um a um, demorou 30 minutos, a exemplo do que aconteceu na votação de 2018.

Estiveram presentes 222 dos 230 deputados.

+ notícias: Política

Presidente do CDS-PP diz que a "TAP não pode significar ser todos a pagar a Lisboa Airlines"

Francisco Rodrigues dos Santos, Presidente do CDS-PP, disse, esta quinta-feira em entrevista ao Porto Canal, que o partido tem uma posição "muito clara", quanto ao que diz ser "a resolução do imbróglio da TAP para o qual muito contribuiu a inoperância e ausência de soluções por parte do Ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos". Francisco Rodrigues dos Santos afirma que "o CDS tem a certeza absoluta é que TAP não pode significar ser todos a pagar a Lisboa Airlines".

Covid-19: PCP Porto defende mais camas e dinheiro para os hospitais públicos

O PCP apresentou um plano de emergência para o Serviço Nacional de Saúde. Os comunistas defendem mais camas e mais dinheiro para os hospitais públicos.

Bloco de Esquerda do Porto defende que autarquia deve assegurar respostas habitacionais aos sem-abrigo

Os deputados municipais do Bloco de Esquerda do Porto defendem que devem ser asseguradas respostas habitacionais aos sem-abrigo, considerando que a autarquia deve rapidamente redirecionar as suas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.