Info

Modelo de redução das portagens vai incluir interior e autoestradas A28 e A22

Modelo de redução das portagens vai incluir interior e autoestradas A28 e A22
| Política
Porto Canal com Lusa

O modelo de desconto das portagens, além dos territórios do interior, vai ser aplicado nas autoestradas A22 - Via do Infante, no Algarve, e A28, que liga Porto a Caminha, anunciou hoje a ministra da Coesão Territorial.

"A ideia é trabalharmos num modelo de desconto de portagens para o interior e, também, para a Via do Infante [A22] e para a A28", precisou Ana Abrunhosa, na intervenção final da audição parlamentar sobre a proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), que decorreu ao longo de cinco horas, na Assembleia da República.

De acordo com a responsável pela pasta da Coesão Territorial, o trabalho para a implementação de descontos nas portagens das autoestradas e vias rápidas "está avançado", prevendo-se a apresentação de uma portaria "em breve".

"Não está em causa abolir as portagens, está em causa reduzir as portagens", reforçou a ministra, explicando que a proposta de redução das portagens se encontra em estudo, através de um grupo de trabalho constituído por membros dos ministérios da Coesão Territorial, das Infraestruturas e da Habitação e das Finanças, que está a trabalhar nas "prioridades" e em "vários cenários para a redução gradual das portagens".

Lembrando que esta era uma promessa do Governo, Ana Abrunhosa assegurou que o grupo de trabalho responsável pela medida está a dar a "máxima das prioridades a este assunto" e a trabalhar num modelo de desconto de portagens "baseado em descontos de quantidade e descontos nos dias de descanso", corrigindo a informação inicial de que abrangia apenas fins de semana.

"Gostaríamos muito que nos dias de descanso o desconto tivesse algum impacto, que beneficie os utilizadores frequentes, bem como aqueles que visitam o território", declarou a governante, defendendo que "os impactos de uma pequena redução são sempre significativos".

Assim, o Governo pretende "dar um sinal político para estes territórios e que se sinta no bolso das pessoas".

"Não posso comprometer-me com datas, não posso comprometer-me com percentagens [de desconto], porque isso terá que ser anunciado em conjunto pelo grupo trabalho", referiu a ministra da Coesão Territorial.

+ notícias: Política

Alexandra Leitão reconhece que os "autarcas tinham alguma razão" de queixa sobre os moldes da descentralização

Alexandra Leitão, Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, reconhece que os autarcas "tinham alguma razão" quando diziam que “existiam algumas dificuldades” sobre o atual model de descentralização. Por isso, o Governo prorrogou em um ano o prazo para impor a transferência de competências na Saúde, Educação e Ação Social.

"Manobras de diversão". Assinatura do protocolo da expansão do metro do Porto 'marcada' pela 'guerra aberta' entre autarcas

Ficou marcada pela polémica a assinatura do protocolo entre o Governo e a Área Metropolitana do Porto para a expansão da rede do metro. Tal como o Porto Canal tinha avançado em primeira mão, são vários os autarcas que se queixam de não terem sido ouvidos no processo.

Alexandra Leitão: "A fase de valorizações (salariais) está terminada"

Alexandra Leitão, Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, afirma que a "fase de valorizações (salariais) está terminada", mesmo ao nível dos subsídios de refeição.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.