Info

Bolsonaro chega à Índia para primeira visita oficial

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Nova Deli, 24 jan 2020 (Lusa) - O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, chegou hoje a Nova Deli para uma visita oficial de quatro dias à Índia, onde, além de realizar reuniões com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, desenvolverá uma agenda de caráter económico.

O avião do chefe do Estado brasileiro, que viajou acompanhado pela mulher, Michelle Bolsonaro, e uma das filhas, fez escala em Luanda, Angola, e Nairobi, Quénia, antes de aterrar na base aérea de Palam, na capital indiana, onde a comitiva brasileira foi recebida pelo vice-ministro das Relações Exteriores.

Bolsonaro, na sua primeira visita de Estado à Índia desde que chegou ao poder há um ano, será o principal convidado neste domingo das comemorações e no desfile militar do 71.º Dia da República, que celebra a aprovação da Constituição indiana.

O Presidente brasileiro começará a agenda oficial no sábado com a receção oficial no palácio presidencial de Rashtrapati Bhawan e a tradicional oferta floral que todos os líderes estrangeiros fazem quando chegam ao país asiático no memorial do líder histórico Mahatma Gandhi.

De seguida, Bolsonaro realiza uma primeira reunião com o ministro das Relações Exteriores da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, antes de ter um encontro bilateral com Modi, que será realizada primeiro entre os dois líderes e depois ampliada com vários ministros, sete deles do Gabinete de Bolsonaro.

Bolsonaro e Modi farão uma declaração conjunta à imprensa.

Nesse mesmo dia, o Presidente do Brasil será recebido pelo chefe de Estado indiano, Ram Nath Kovind, que também oferecerá um banquete oficial em homenagem ao hóspede.

No domingo, ele participará como convidado principal e, juntamente com Modi, nas comemorações do Dia da República e assistirá à demonstração do poder militar da Índia.

Finalmente, na segunda-feira, decorre o Fórum Empresarial Índia-Brasil, no qual participarão autoridades e empresários de ambos os países, que durante esta visita esperam assinar pelo menos 15 acordos, principalmente económicos, incluindo um acordo de investimento e dois acordos para facilitar a trocas de petróleo, gás e biocombustíveis.

Nesse mesmo dia e antes de regressar a Brasília, Bolsonaro fará uma rápida visita à histórica cidade de Agra, onde está localizado o palácio do Taj Mahal, o monumento mais conhecido da Índia.

Ambos os líderes encontraram-se pela última vez durante a XI cimeira dos BRICS (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), realizada em novembro passado na capital brasileira.

CYR // JH

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: Anunciada segunda morte em Itália. 50.000 pessoas estão em quarentena

Uma segunda pessoa, com coronavírus Covid-19, morreu hoje em Itália, onde foram identificados mais de 30 casos de contaminação até agora, dos quais 25 casos na Lombardia (região de Milão), anunciaram agências de notícias italianas.

Covid-19: Primeira morte pelo novo coronavírus na Europa registada em França

Paris, 15 fev 2020 (Lusa) -- Um turista chinês de 80 anos infetado pelo novo coronavírus (Covid-19) morreu em França, sendo esta a primeira morte na Europa, anunciou hoje a ministra da Saúde francesa, Agnès Buzyn.

Angolanos saem à rua contra a corrupção em manifestação convocada pelo MPLA

Luanda, 22 fev 2020 (Lusa) -- Uma manifestação convocada pelo MPLA, partido do poder em Angola, juntou hoje em Luanda e outras 16 províncias milhares de pessoas em apoio às medidas do governo, segundo a agência de notícias angolana, ANGOP.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.