Info

Astrofísicos detetam oxigénio numa estrela antiga

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Redação, 21 jan 2020 (Lusa) - Astrofísicos detetaram oxigénio, essencial à vida, numa estrela antiga, uma descoberta que pode dar pistas sobre como este e outros elementos químicos se terão formado nas primeiras gerações de estrelas, foi hoje divulgado.

A estrela em causa tem a designação de "J0815+4729" e na sua atmosfera foram encontradas "grandes quantidades" de oxigénio, refere em comunicado o Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC), em Espanha, que participou no estudo, publicado na revista da especialidade The Astrophysical Journal Letters.

Depois do hidrogénio e do hélio, o oxigénio é o elemento químico mais abundante do Universo e é essencial para a vida na Terra.

Contudo, o oxigénio não existia nos primórdios do Universo, tendo-se formado nas estrelas com grande massa, que "ultrapassam as 10 massas solares", ressalva o IAC.

A equipa de astrofísicos estudou a composição química da atmosfera da estrela "J0815+4729", que orbita o halo galático da Via Láctea (região em redor da galáxia) e se encontra a cerca de 5.200 anos-luz do Sol.

De acordo com dados recolhidos em observações feitas com o telescópio Keck, no Havai, nos Estados Unidos, a estrela ter-se-á formado nos primeiros 100 milhões de anos após o Big Bang (teoria que situa o início do Universo há cerca de 14 mil milhões de anos).

O autor principal do estudo, Jonay González Hernández, do IAC, sustenta, citado no comunicado, que a estrela "J0815+4729" nasceu "possivelmente a partir do material ejetado pelas primeiras supernovas [explosões de estrelas moribundas] da Via Láctea".

A estrela, descoberta em 2018 por uma equipa do Instituto de Astrofísica das Canárias, possui "grandes quantidades de carbono, azoto e oxigénio", que os cientistas quantificam como 10%, 8% e 3%, respetivamente, do que contém a atmosfera do Sol.

"Estrelas de halo como a 'J0815+4729' são estrelas verdadeiramente antigas, permitindo aos astrónomos estudarem a produção de elementos no princípio da história do Universo", conclui o IAC.

ER // JMR

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: Anunciada segunda morte em Itália. 50.000 pessoas estão em quarentena

Uma segunda pessoa, com coronavírus Covid-19, morreu hoje em Itália, onde foram identificados mais de 30 casos de contaminação até agora, dos quais 25 casos na Lombardia (região de Milão), anunciaram agências de notícias italianas.

Covid-19: Primeira morte pelo novo coronavírus na Europa registada em França

Paris, 15 fev 2020 (Lusa) -- Um turista chinês de 80 anos infetado pelo novo coronavírus (Covid-19) morreu em França, sendo esta a primeira morte na Europa, anunciou hoje a ministra da Saúde francesa, Agnès Buzyn.

Angolanos saem à rua contra a corrupção em manifestação convocada pelo MPLA

Luanda, 22 fev 2020 (Lusa) -- Uma manifestação convocada pelo MPLA, partido do poder em Angola, juntou hoje em Luanda e outras 16 províncias milhares de pessoas em apoio às medidas do governo, segundo a agência de notícias angolana, ANGOP.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.