Info

Banco Montepio diz que foi alvo de buscas da PJ e que estão relacionadas com clientes

| Economia
Porto Canal com Lusa

O banco Montepio disse hoje que foi hoje alvo de buscas pela Polícia Judiciária e que estão relacionadas com operações de clientes, estando a prestar a colaboração.

"O Banco Montepio informa que se realizaram esta quinta-feira, dia 16 de janeiro, buscas nas instalações. Mais se informa que, conforme o teor do comunicado publicado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), se trata de diligências a propósito de operações de clientes, que reportam a factos ocorridos entre os anos 2011 e 2014", lê-se no comunicado.

O banco que pertence à Associação Mutualista Montepio Geral indicou ainda que está a colaborar com as autoridades.

"A instituição cumpre escrupulosamente os seus deveres de colaboração com as autoridades", refere.

A Polícia Judiciária e o Ministério Público iniciaram hoje 15 mandados de busca em instituições bancárias, sede social de uma associação, domicílios e sedes de empresas por suspeitas de crimes de burla qualificada, branqueamento e fraude fiscal qualificada, indica uma nota da Procuradoria-Geral da República.

O inquérito-crime tem subjacente factos suscetíveis de "enquadrar a prática de crimes de burla qualificada, branqueamento e fraude fiscal qualificada".

+ notícias: Economia

Covid-19: Ministros do Turismo debatem harmonização de regras e certificado de vacinação

Os ministros do Turismo da Europa debatem na segunda-feira os planos para a harmonização de regras para as viagens, nomeadamente através do uso de um certificado de vacinação, adiantou a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, à Lusa.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Zoom Zoom Z o o m