Info

Líbia: Alemanha confirma conferência internacional no domingo em Berlim

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Berlim, 14 jan 2020 (Lusa) -- A chanceler alemã, Angela Merkel, organiza no domingo em Berlim uma conferência internacional sobre a Líbia para negociar uma solução pacífica, anunciou hoje o seu gabinete.

Em comunicado, o gabinete da chefe do executivo alemão afirma que a decisão de acolher a conferência foi tomada depois de consultas com o secretário-geral da ONU, António Guterres.

Berlim convidou para a conferência os dois protagonistas do conflito na líbia, Fayez al-Sarraj, chefe do governo líbio reconhecido pela ONU, e o rival marechal Khalifa Haftar, líder do denominado Exército Nacional Líbio (ENL) que domina o leste do país.

Dirigentes dos Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, França, China, Emirados Árabes Unidos e Turquia, assim como de vários países africanos e árabes, foram igualmente convidados.

A presidência turca anunciou na segunda-feira uma visita no domingo a Berlim do chefe de Estado, Recep Tayyip Erdogan, sem precisar o motivo.

E a presidência egípcia indicou que o presidente Abdel Fattah al-Sissi, tinha falado com a chanceler alemã, Angela Merkel.

O anúncio da cimeira segue-se à entrada em vigor no país de um frágil cessar-fogo entre o governo reconhecido pela ONU e as forças de Khalifa Haftar.

MDR (PAL) // ANP

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Explosão no nordeste de Espanha faz acionar alerta de emergência química

Uma forte explosão originou um incêndio de grandes dimensões na zona industrial da petroquímica de Tarragona, para onde foram deslocados os bombeiros da Generalitat da Catalunha e equipas de emergência e fez acionar o alerta de emergência química.

Vírus: Turista chinês é o quarto caso confirmado de coronavírus em França

Paris, 28 jan 2020 (Lusa) -- Um turista chinês octogenário que se encontra "num estado clínico grave" é o quarto caso de contaminação pelo novo coronavírus confirmado em França, divulgou hoje o Diretor-geral de Saúde francês.

Netanyahu congratula-se com plano que estende soberania de Israel

Washington, 28 jan 2020 (Lusa) -- O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, congratulou-se hoje com o plano de paz norte-americano que, disse, reconhece a soberania de Israel sobre o Vale do Jordão e partes da Judeia e Samaria (Cisjordânia).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.