Info

Eletricidade a partir de carvão na quota mais baixa dos últimos 30 anos em 2019

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 03 jan 2020 (Lusa) -- A produção de eletricidade a partir de carvão registou em 2019 a quota mais baixa dos últimos 30 anos, desde a entrada em serviço pleno da central de Sines, divulgou hoje a REN -- Redes Energéticas Nacionais.

"A produção não renovável abasteceu 42% do consumo em 2019, repartida pelo gás natural com 32% e pelo carvão com 10%, a quota mais baixa do carvão desde a entrada em serviço pleno da central de Sines em 1989", lê-se num comunicado enviado pela gestora da rede elétrica nacional.

No discurso de tomada de posse em outubro, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou que o seu novo Governo está preparado para encerrar a central de Sines - da EDP - em setembro de 2023.

No programa eleitoral do PS, o calendário previsto para o encerramento da central a carvão de Sines era "entre 2025 e 2030".

MPE (PE) // JNM

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Conselho das Finanças Públicas "muito preocupado" com impacto de despesas como a TAP

A presidente do Conselho das Finanças Públicas, Nazaré Costa Cabral, alertou no sábado que o impacto de despesas como a do processo da TAP pode comprometer necessidades nas áreas da saúde e da segurança social.

"O plano de revitalização (da Efacec) deve manter os postos de trabalho"

Luísa Salgueiro, Presidente da Câmara Muncipal de Matosinhos, afirma que o "plano de revitalização (da Efacec) deve manter os postos de trabalho" e que o "sucesso próximo não depende incontornavelmente de uma solução exclusiva de capital público".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.