Info

Agricultores queixam-se de destruição de estufas em Vila Real

Agricultores queixam-se de destruição de estufas em Vila Real
| Norte
Porto Canal com lusa

A Associação dos Agricultores e Pastores do Norte (APT) alertou, esta segunda-feira, para os "prejuízos avultados" provocados pelo mau tempo em culturas e estufas de muitos agricultores da região que sentiram um "duro golpe" na sua fonte de rendimento.

Armando Carvalho, dirigente da organização associada da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) disse à agência Lusa que está a ser feito um levantamento dos estragos causados pela passagem das depressões Elsa e Fabien no distrito de Vila Real.

O responsável adiantou a "destruição de estufas", nomeadamente das estruturas e plásticos, bem como estragos nas hortícolas.

Segundo salientou, os agricultores estão a reportar estragos avultados em localidades como Carlão, Pinhão Cel, Vale de Nogueiras, Andrães, Fonteita ou Constantim, dos concelhos de Vila Real, Sabrosa ou Alijó.

"E só aqui nesta região não contando ainda com outros concelhos como Vila Pouca de Aguiar, Montalegre ou Chaves", salientou.

Armando Carvalho considerou que a "situação é preocupante"

"É uma verba bastante avultada para quem, neste momento, estava a ver a possibilidade de chegar ao final do ano e poder contar com alguma valorização das suas produções", frisou.

A maior parte dos afetados, acrescentou, são jovens agricultores, alguns dos quais "fizeram recentemente projetos para se instalarem".

"Isto é preocupante para estes produtores que estão a apostar fortemente neste tipo de produções e que, de um momento para o outro, veem em perigo todo o seu rendimento e investimento", frisou.

Armando Carvalho reclama, por isso, uma ajuda para os agricultores afetados pelo mau tempo.

"Mesmo que abram candidaturas, como é habitual, se não houver aqui algum tipo de compensação, alguns ficarão com dificuldade financeiras que poderão por em causa a viabilidade destas explorações", sublinhou.

Segundo dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil, entre quinta-feira e domingo, contabilizaram-se 626 ocorrências no distrito de Vila Real devido à chuva e vento forte.

Um pouco por todo o distrito houve registo de quedas de árvores e de estruturas temporárias ou móveis, inundações por precipitação intensa e cheias nos rios Douro e Tâmega que galgaram as margens, respetivamente, em Peso da Régua e Pinhão e em Chaves.

+ notícias: Norte

Processo do prédio Coutinho em Viana do Castelo sofre novo revés e recua a 2005

O Tribunal Central Administrativo do Norte anulou a decisão de primeira instância sobre a Declaração de Utilidade Pública (DUP), de 2005, que permite a desconstrução do prédio Coutinho em Viana do Castelo, disse hoje o advogado dos moradores.

Cidade do Porto quer ganhar nova imagem com mais espaços verdes na próxima década e meia

O novo plano Diretor Municipal do Porto quer dar aos moradores mais espaços verdes. O documento está em revisão e prevê mudanças na cidade para a próxima década e meia.

Alunos da Escola Secundária da Boa Nova, em Leça da Palmeira, em protesto por falta de condições do estabelecimento

Os alunos e os encarregados de educação da Escola Secundária da Boa Nova, em Leça da Palmeira, estão em protesto, esta sexta-feira de manhã, por falta de condições no estabelecimento.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"A Amália Rodrigues mexeu...