Info

Sete distritos do continente sob aviso amarelo devido à agitação marítima

Sete distritos do continente sob aviso amarelo devido à agitação marítima
| País
Porto Canal com Lusa

Sete distritos de Portugal continental estão hoje e sexta-feira sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa vão estar sob aviso amarelo devido à agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com 4 a 4,5 metros.

Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra e Leiria vão estar sob aviso amarelo entre as 20:00 de hoje e as 18:00 de sexta-feira e Lisboa entre as 00:00 e as 18:00 de sexta-feira.

O aviso amarelo, o terceiro de uma escala de quatro, indica situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

A par destes avisos, sete barras marítimas do continente e Açores estão hoje fechadas à navegação e outras sete estão condicionadas.

De acordo com a Marinha, as barras de Esposende, Póvoa do Varzim e Vila do Conde estão hoje fechadas à navegação por causa da agitação marítima.

As barras de Viana do Castelo, Aveiro, Figueira da Foz, São Martinho do Porto e Lagos, no continente, e Santa Cruz das Flores e Lajes das Flores, no grupo ocidental dos Açores, estão hoje condicionadas.

O IPMA prevê para hoje nas regiões do norte e centro céu com períodos de muita nebulosidade, apresentando-se geralmente muito nublado nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela até ao início da manhã.

A previsão aponta também para a ocorrência de períodos de chuva, em geral fraca. A partir da manhã, aguaceiros mais frequentes e intensos no litoral, que poderão ser ocasionalmente de granizo e acompanhados de trovoadas nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela.

Está também prevista queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela a partir do início da manhã, baixando gradualmente a cota para 1200/1400 metros de altitude ao longo do dia.

O IPMA prevê ainda vento moderado de oeste-noroeste, soprando moderado a forte de noroeste, no litoral oeste e nas terras altas, por vezes com rajadas até 65/75 quilómetros por hora e pequena descida de temperatura.

Na região sul prevê-se céu com períodos de muita nebulosidade, apresentando-se muito nublado até ao início da manhã e com ocorrência de períodos de chuva fraca e chuvisco, tornando-se pouco nublado no sotavento algarvio a partir do meio da manhã e no interior do Baixo Alentejo a partir da tarde.

Podem também ocorrer aguaceiros fracos a partir da tarde no Alto Alentejo e litoral oeste.

O vento vai soprar fraco a moderado do quadrante oeste, rodando para noroeste moderado a partir da manhã, e tornando-se moderado a forte no litoral oeste e nas terras altas, por vezes com rajadas até 60 quilómetros por hora e neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 02 graus Celsius (na Guarda) e os 13 (em Lisboa) e as máximas entre os 09 graus (na Guarda) e os 19 (em Faro).

+ notícias: País

Portugal com mais 11 mortos e mais 374 infetados por Covid-19 do que na quinta-feira

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infetados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, divulgou a Direção-Geral da Saúde (DGS). 

Covid-19: Próximo ano letivo vai ter mais tempo de aulas e menos férias

Os alunos vão ter mais dias de aulas e menos dias de férias no próximo ano letivo, anunciou hoje o ministro da Educação, confirmando que o regresso às escolas será presencial.

Operação Marquês: Juiz não marca ainda data da decisão instrutória devido a complexidade do processo

O juiz Ivo Rosa revelou hoje que não irá para já revelar a data da decisão instrutória da Operação Marquês devido à enorme complexidade e ao número de volumes que compõem o processo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.