Info

Quintana: "um clássico é sempre um clássico e vamos lá para ganhar"

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

O FC Porto Sofarma regressa esta quarta-feira ao campeonato nacional para o primeiro clássico da temporada. Os Dragões deslocam-se a Lisboa para defrontar o Benfica, esta quarta-feira (20h00, BTV), em jogo relativo à 11.ª jornada do Andebol 1.

Na antevisão da partida, o guarda-redes Alfredo Quintana, que esta semana viu o seu nome ser incluído no sete ideal da sexta jornada da Liga dos Campeões, afirmou que os portistas estão motivados e reconheceu qualidade ao plantel lisboeta, mas garantiu que o único pensamento dos azuis e brancos é a conquista da 11.ª vitória consecutiva na principal competição nacional.

Análise do adversário
"É uma equipa nova, com jogadores novos. Reforçaram-se muito bem a nível defensivo. Sabemos que vamos encontrar um jogo muito forte e rápido, estamos preparados para isso. Estamos a trabalhar para contrariar tudo isso".

Clássico para vencer
"Claro que é diferente jogar na Liga dos Campeões e no campeonato. Mas para nós, o mais importante é o campeonato e com isto quero dizer que a equipa está sempre muito mais focada nestes jogos. Um clássico é sempre um clássico e nós vamos lá para ganhar e trazer os três pontos".

Empate na Liga dos Campeões
"O nosso treinador pediu-nos para estarmos concentrados a 100% na defesa. Acho que é esta a chave do sucesso, o jogo ganha-se na defesa. Neste caso, no último jogo que fizemos na Liga do Campeões não conseguimos vencer. Não posso dizer que fiquei satisfeito, mas claro que empatar com uma equipa que já foi campeã nesta competição em 2018 acaba por ser um bom resultado".

Eleição EHF para o sete ideal
"Essa nomeação consegui com a ajuda de toda a equipa. Não significa mais do que isso e agora já só penso no próximo jogo, que é este de quarta-feira".

+ notícias: FC Porto

“Toda a gente aqui no Porto acredita que podemos ganhar”

O FC Porto Fidelidade não para. Encurtada a desvantagem pontual no campeonato, após vitória - esta quarta-feira - frente ao Sporting (6-0), os hoquistas azuis e brancos voltam a subir à pista, já no próximo sábado (19h00). Desta feita o adversário será a Juventude Pacense, equipa do segundo escalão, em partida relativa aos 16 avos de final da Taça de Portugal. No pavilhão municipal de Paços de Ferreira, Giulio Cocco não espera facilidades, “porque jogar fora de casa em Portugal é sempre difícil”. Sobre a Taça, o avançado italiano é perentório: “toda a gente aqui no Porto acredita que podemos ganhar”, portanto “vamos fazer tudo para isso”.

"Temos de encarar este jogo como uma final"

A 13.ª e penúltima jornada do Grupo B da Liga dos Campeões reserva ao FC Porto Sofarma um duelo com o HC Vardar, no Dragão Arena, e as contas são simples: em caso de empate ou vitória, os azuis e brancos avançam para os oitavos de final, mas se o Meshkov Brest empatar ou perder na receção ao líder THW Kiel, algo perfeitamente natural, a equipa portista segue em frente na prova independentemente do que resultado que se verifique no Dragão Arena. Na antevisão da partida que se disputa no sábado (15h00, Porto Canal e FC Porto TV), o central Miguel Martins garantiu que o coletivo comandado por Magnus Andersson quer selar com um triunfo o último jogo em casa na fase de grupos da Liga dos Campeões. À entrada para esta ronda, o FC Porto Sofarma ocupa a sexta posição, com dez pontos, enquanto o HC Vardar é quinto classificado, com 11.

"Está tudo em aberto"

O FC Porto perdeu, pela margem mínima (2-1), em Leverkusen, mas Sérgio Conceição acredita que a eliminatória está longe de ter ficado fechada. O golo fora, de Luis Díaz, permite aos Dragões ambicionar uma reviravolta e o treinador azul e branco é a voz dessa crença. O técnico portista, que nunca tinha visto um penálti ser repetido pelos motivos de hoje, afirmou ainda que a prestação do FC Porto na segunda parte foi melhor do que no primeiro tempo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.