Info

Urgência pediátrica em Chaves sem médico em permanência durante a noite

Urgência pediátrica em Chaves sem médico em permanência durante a noite
| Norte
Porto Canal com Lusa

A urgência de pediatria do Hospital de Chaves está sem médico permanente durante a noite, entre as 20:00 e as 08:00, pelo menos desde o verão do ano passado, revelou hoje à Lusa uma associação de pais do concelho.

"Atualmente, a urgência de pediatria em Chaves funciona entre as 08:00 e 20:00 com um pediatra em permanência, e, a partir desta hora, o atendimento é feito por chamada telefónica ao médico para se deslocar ao hospital", explicou um membro da direção da Associação de Pais do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins de Chaves, no distrito de Vila Real.

Segundo a mesma, existe uma "preocupação generalizada por uma situação que se regista há algum tempo".

"Como pais de crianças que vivem no interior do país deixa-nos preocupados, mas felizmente ainda temos alguma segurança pois existem bons profissionais de enfermagem que estão atentos e tratam as crianças", vincou.

Numa zona do país com a população envelhecida, é necessário melhorar os serviços de saúde, como a pediatria, para inverter a tendência e atrair casais jovens, acrescentou.

"Esta situação não dá segurança nenhuma aos pais e, sem dúvida, que são precisos mais profissionais a todos os níveis", concluiu.

O Hospital de Chaves, integrado no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), sediado em Vila Real, serve, além deste concelho, os de Montalegre, Boticas e Valpaços.

A distância entre Chaves e a vila de Montalegre é de 39 quilómetros, enquanto para a cidade de Valpaços distam 29 quilómetros e para a vila de Boticas são 28 quilómetros.

Já entre Chaves e Vila Real é necessário percorrer 71 quilómetros.

Segundo dados do sítio na Internet do CHTMAD, a influência direta do Hospital de Chaves abrange cerca de 82.350 pessoas e 2.200 km quadrados.

A agência Lusa procurou obter uma reação por parte do CHTMAD, mas até ao momento não obteve resposta.

+ notícias: Norte

Conselho de Ministros autoriza verba para retirada dos resíduos de S. Pedro da Cova

A despesa para a remoção das toneladas de resíduos industriais perigosos depositadas em São Pedro da Cova, concelho de Gondomar, foi hoje autorizada pelo Conselho de Ministros.

Trabalhador soterrado após queda em obra no Porto

Um trabalhador ficou hoje soterrado numa obra na Avenida da Boavista, no Porto, estando "consciente e a ser assistido no local", disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

Encapuzados roubam malas com dinheiro em assalto à mão armada

Dois encapuzados armados assaltaram na quarta-feira duas pessoas na Rua Professor Camilo Oliveira, em Gondomar, levando duas malas com dinheiro antes de se porem em fuga com um terceiro cúmplice, informou hoje a PSP do Porto.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.