Info

Rotatividade nas urgências de pediatria e obstetrícia na Grande Lisboa está em estudo

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 16 out 2019 (Lusa) - O Ministério da Saúde admite que algumas urgências de pediatria e de obstetrícia da Grande Lisboa possam vir a funcionar em rotatividade ou a contar com um reforço dos cuidados de saúde primários.

A propósito da dificuldade que se vive na urgência pediátrica do Garcia de Orta, em Almada, a ministra Marta Temido lembrou que o Ministério da Saúde está a trabalhar na reorganização das urgências metropolitanas, com uma preocupação especial nas áreas da pediatria e de ginecologia e obstetrícia.

"A expectativa é que a muito curto prazo, dentro de 30 ou 40 dias, possamos ter alternativas de funcionamento, com melhor eficiência e satisfação dos profissionais e não termos interrupção na resposta [das urgências]", afirmou hoje aos jornalistas.

A rotatividade de funcionamento das urgências das várias unidades nas especialidades mais críticas é uma das possibilidades, como assumiu a ministra, em resposta à agência Lusa.

Outra hipótese poderá passar pelo reforço ou alargamento do horário dos centros de saúde e das restantes unidades de cuidados de saúde primários.

A rotatividade ou o funcionamento alternado em determinados dias no período noturno, por exemplo, é apenas uma das hipóteses em cima da mesa.

"Há várias hipóteses, a rotatividade é uma das que pode ser suscitada. (...) O SNS funciona em rede. A resposta que dá não é exclusiva de um sítio", lembrou Marta Temido em declarações aos jornalistas à margem de uma conferência em Lisboa.

Em relação à urgência de pediatria do Garcia de Orta, no médio prazo a ministra espera que abra concurso para recém-especialistas em pediatria até ao final do ano e "tenha mais sucesso que os anteriores".

Em termos de curto prazo, e depois de a urgência ter fechado na noite de sábado e madrugada de domingo, o Garcia de Orta já terá encontrado uma solução entre os seus médicos para assegurar a urgência pediátrica noturna durante a semana e com a União das Misericórdias para dar estabilidade às equipas aos fins de semana. Ao mesmo tempo, outros hospitais da zona de Lisboa poderão continuar a dar apoio de profissionais ao Garcia de Orta.

A urgência pediátrica do Garcia de Orta esteve encerrada na noite de sábado e na madrugada de domingo por falta de pessoal médico. O Hospital já tinha aberto um concurso para colocar pediatras, mas não houve candidatos.

Os pediatras do Garcia de Orta e os internos desta especialidade já se queixaram da situação que se vive no serviço de urgência à Ordem dos Médicos, que pelo menos há um ano tem vindo a alertar para o problema da pediatria no hospital em Almada.

ARP // ZO

Lusa/fim

+ notícias: País

Santa Maria da Feira volta a receber a magia do natal com o parque Perlim

A magia do Perlim chegou para mais um natal e trouxe até Santa Maria da Feira famílias portuguesas e espanholas. Esta edição do maior parque temático de natal do país vai estar aberto até ao início do próximo ano.

Autarcas de Tondela acusados de peculato e falsificação de documento

O presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, e o seu vice-presidente, Pedro Adão, foram acusados pelo Ministério Público (MP) dos crimes de peculato e falsificação de documento, que terão ocorrido entre 2010 a 2017.

Metade dos hospitais EPE em falência técnica no ano passado

Metade dos hospitais EPE estavam no ano passado em falência técnica, segundo uma análise do Conselho das Finanças Públicas hoje divulgada.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.