ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Motoristas: Fectrans e Antram concluem negociação do contrato coletivo de trabalho

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 out 2019 (Lusa)- A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) e a associação de transportadores de mercadorias concluíram hoje o processo negocial de revisão do contrato de trabalho, que atualiza a tabela salarial em 11,1% para os motoristas de pesados.

"Teve lugar hoje a última reunião de negociação do CCTV [Contrato Coletivo de Trabalho Vertical] subscrito entre a Fectrans e a Antram [Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias], tendo as comissões negociadoras acordado um texto final, que será no decorrer desta semana analisado pelos órgãos competentes das duas entidades", avançou, em comunicado, a federação sindical.

Neste texto são consolidados os pontos contidos no memorando de entendimento de 14 de agosto, que atualiza em 11,1% a tabela salarial para os motoristas de pesados, bem como "as principais cláusulas pecuniárias" em, pelo menos, 4%.

"O resultado da negociação traduz-se num CCTV com nova estrutura, que contém uma parte geral e que autonomiza os capítulos referentes ao transporte nacional, outro ao internacional/ibérico e outro sobre as matérias perigosas", indicou a Fectrans.

De acordo com esta estrutura, foi possível, através da alteração da redação e da clarificação de diversas cláusulas, "evoluir em diversas matérias".

Entre estes pontos inclui-se a definição de limites nos tempos de trabalho.

"Fica claro que todo o tempo, incluindo o de disponibilidade, é pago. Da aplicação deste CCTV não pode resultar uma diminuição da retribuição líquida do trabalhador", lê-se no comunicado.

PE // CSJ

Lusa/Fim

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com mais seis mortes e 325 novos casos nas últimas 24 horas

 Portugal regista hoje mais seis mortes por covid-19 e 325 novos casos de infeção em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Escolas podem recuperar matérias durante todo o ano lectivo

As escolas devem optar por recuperar ao longo de todo o próximo ano letivo as aprendizagens perdidas pelos alunos durante o ensino à distância iniciado em março desde ano por causa da pandemia de covid-19.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.