ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Espanha volta a emitir uma ordem de captura contra Carles Puigdemont

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Madrid, 14 out 2019 (Lusa) -- O juiz espanhol Pablo Llarena emitiu hoje uma ordem europeia de detenção e entrega contra o ex-presidente do governo regional da Catalunha Carles Puigdemont, que se encontra na Bélgica, disseram à EFE fontes judiciais.

A decisão foi tomada poucas horas depois de o Tribunal Supremo espanhol ter decretado a sentença sobre o "Processo" da Catalunha que condenou nove acusados pelo crime de sedição.

As fontes judiciais disseram à agência de notícias espanhola, EFE, que o juiz "ativou o mecanismo para solicitar a entrega do ex-presidente da Generalitat".

Durante a instrução do caso, a Alemanha rejeitou a extradição de Carles Puigdemont, durante uma deslocação do ex-presidente da Generalitat ao país.

O Tribunal Supremo condenou hoje os principais dirigentes políticos envolvidos na tentativa de independência da Catalunha a penas que vão até 13 anos de prisão.

O ex-vice-presidente da Generalitat, Oriol Junqueras, foi condenado, por unanimidade, a 13 anos de cadeia por delito de sedição e má gestão de fundos públicos.

Foram condenados a 12 anos de cadeia os ex-conselheiros Jordi Turull (ex-conselheiro da Presidência), Raul Romeva (ex-conselheiro do Trabalho) e Dolors Bassa (ex-conselheira para as Relações Exteriores) por delitos de sedição e má gestão.

O antigo titular do cargo de conselheiro do Interior Joaquim Forn e Josep Rull (Território) foram condenados a 10 anos de cadeia.

Jordi Cuixart, responsável pela instituição Òmnium Cultural, foi condenado a nove anos de prisão por sedição.

Os factos reportam-se a 2017, sendo que os magistrados entendem que os acontecimentos de setembro e outubro do mesmo ano constituíram sedição, visto que os condenados mobilizaram os cidadãos num "levantamento público e tumultuoso" para impedir a aplicação direta das leis e obstruir o cumprimento das decisões judiciais.

"Os acontecimentos do dia 01 de outubro [2017, dia em que foi realizado um referendo sobre a independência da Catalunha] não foram apenas uma manifestação ou um protesto. Foi um levantamento tumultuoso provocado pelos acusados", referem os juízes do Supremo espanhol.

PSP // JH

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Acidente com avião da Air Índia Express causa 14 mortos e 123 feridos

Pelo menos 14 pessoas morreram e 123 ficaram feridas, 20 delas com gravidade, depois de um avião da Air Índia Express ter saído da pista após aterrar no meio de chuva torrencial num aeroporto no sul da Índia, indicou a polícia.

Acidente durante aterragem de avião com 191 passageiros na Índia provoca dois mortos

Um avião com 191 passageiros a bordo despenhou-se durante a aterragem no Aeroporto Internacional de Calecute, na Índia, relata a imprensa internacional. O acidente ocorreu durante fortes chuvas provocando 35 feridos e dois mortos foram confirmados até ao momento, depois da aeronave ter incendiado e partido ao meio.

(em atualização)

Número indeterminado de mortos e feridos nas explosões em Beirute

Duas fortes explosões sucessivas sacudiram Beirute hoje, causando número ainda indeterminado de mortos e feridos, semeando o pânico e causando um enorme cogumelo de fumo no céu da capital libanesa, disseram as autoridades.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.