Info

Presidente da China promete esmagar o corpo e quebrar os ossos aos separatistas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Pequim, 14 out 2019 (Lusa) - O Presidente da China, Xi Jinping, afirmou que "quem tentar atividades separatistas em qualquer lugar da China acabará com o corpo esmagado e os ossos quebrados", de acordo com a edição digital hoje do jornal do Partido Comunista chinês.

"Quem tentar atividades separatistas em qualquer parte da China acabará com o corpo esmagado e os ossos quebrados, e qualquer força externa que apoie essas tentativas será considerada pelo povo chinês como irrealista", disse o presidente chinês, durante uma visita de Estado ao país Nepal no fim de semana.

Xi Jinping fez estas declarações após 19 semanas do início das manifestações pró-democráticas em Hong Kong, que Pequim considera que são encorajadas por forças estrangeiras, tendo já apontado diretamente Washington em várias ocasiões como o principal responsável.

Nesse sentido, o Presidente da China agradeceu ao Nepal pela sua "firme adesão à política de uma única China", que rejeita Taiwan e Hong Kong como entidades independentes.

Os protestos, que se tornaram massivos em junho após uma controversa lei de extradição proposta, transformaram-se num movimento que exige reformas democráticas em Hong Kong.

Durante os quatro meses de manifestações, registou-se uma escalada de violência. Os manifestantes têm acusado a polícia do uso de força excessiva, enquanto as autoridades condenam as táticas violentas de alguns grupos que apelidam de radicais.

MIM (JMC) // SB

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: Europa acelera desconfinamento

A Europa acelera hoje o desconfinamento pós-pandemia, com os países nórdicos a reabrir os bares e o Reino Unido, o segundo país do mundo com mais mortos, depois dos Estados Unidos, a reabrir as escolas primárias.

Covid-19: Trump diz estar a avaliar retomar parcialmente contribuição para a OMS

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse hoje que está a considerar retomar parcialmente a contribuição dos Estados Unidos para a Organização Mundial de Saúde (OMS), que suspendeu em abril.

Covid-19: Mais de 373 mil mortos e mais de 6,2 milhões de casos confirmados em todo o mundo

Paris, 02 jun 2020 (Lusa) -- A pandemia do novo coronavírus já provocou pelo menos 373.439 mortos e infetou mais de 6,2 milhões de pessoas em todo o mundo desde dezembro, indica um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.