Info

Governo: Costa quer apresentar novo Governo logo após constituição do parlamento

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 09 outo 2019 (Lusa) - O secretário-geral do PS afirmou hoje ser sua intenção ter tudo preparado para apresentar ao chefe de Estado a composição do seu novo Governo logo após a constituição da Assembleia da República.

António Costa falava no final de uma reunião com o Bloco de Esquerda, na sede deste partido, em Lisboa - o último encontro de uma ronda de contactos políticos com as forças parlamentares de esquerda e com o PAN.

Interrogado sobre quando tenciona apresentar o elenco do próximo executivo por si liderado, o secretário-geral do PS referiu-se que, até à próxima semana, ainda terão de ser apurados os resultados dos círculos da emigração, que elegem quatro dos 230 deputados da Assembleia da República.

Na melhor das hipóteses, correndo tudo bem, segundo a estimativa de António Costa, "a primeira reunião da Assembleia da República será dia 21 ou 22" deste mês.

"Só na sequência dessa primeira reunião o Governo pode ser constituído e, como tal, só nessa altura apresentarei a lista ao senhor Presidente da República. A minha ideia é ter tudo preparado para, assim que a Assembleia da República seja constituída, poder apresentar ao Presidente da República a composição do próximo Governo", declarou o líder socialista.

Sobre as reuniões que hoje teve com o Livre, PAN, PEV, PCP e Bloco de Esquerda, António Costa classificou-as como "positivas".

"É positivo termos encontrado em todos os interlocutores vontade clara que o país viva quatro anos de estabilidade política. A possibilidade de haver entendimentos com uns ou com outros é algo que está em aberto. Em todos [os partidos], encontrámos disponibilidade para trabalhar e procurarmos graus de entendimento. Uns à partida para quatro anos, outros só passo a passo", disse, numa alusão às diferenças entre Bloco de Esquerda e PCP.

"Saímos do conjunto destes contactos com a confiança de que é possível não só formar Governo, como iniciar uma governação com estabilidade no horizonte de quatro anos", acrescentou o secretário-geral do PS.

PMF // ACL

Lusa/fim

+ notícias: Política

Presidente da República acompanha preocupação do Norte sobre plano de rotas da TAP

O Presidente da República afirmou hoje à agência Lusa que "acompanha a preocupação manifestada por vários partidos políticos e autarcas relativamente ao plano de retoma de rotas da TAP, em particular no que respeita ao Porto".

PS desafia TAP a corrigir plano de rotas áreas que "lesa interesse nacional"

O secretário-geral adjunto do PS desafiou hoje a TAP a corrigir o plano de rotas aéreas tornado público, considerando que a decisão da Comissão Executiva da transportadora aérea de reduzir voos e destinos "lesa o interesse nacional".

Governo não pode ignorar marginalização do Norte arquitetada pela TAP, diz PS/Porto

A Distrital do Porto do PS defendeu hoje que o Governo não pode ignorar a marginalização do Norte "arquitetada pela gestão privada da TAP", considerando um "insulto" a estratégia da companhia para a retoma da operação para a região.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.