ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Valor médio da pensão da CGA subiu 1,8% em 2018

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 09 out 2019 (Lusa) - O valor médio das pensões pagas pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) era, em 2018, de 1.313,39 euros, registando uma subida de 1,8% face ao ano anterior, indica o Relatório e Contas.

O documento, a que a Lusa teve acesso, salienta que este crescimento é "essencialmente justificado pela atualização das pensões de aposentação, reforma e invalidez", mas não incorpora o aumento extraordinário até 10 ou seis euros atribuído às pensões de valor mais baixo.

Este aumento extraordinário é atribuído por pensionista (e não por pensão) e, de acordo com o relatório e contas, em 2018, do total de aposentados e reformados da CGA, 64.829 beneficiaram desta atualização extraordinária de 2017, com um valor médio de 6,29 euros por pensionistas, e 39.988 beneficiaram da medida de 2018, com um valor médio de aumento de 2,03 euros por pensionista.

Este aumento extra tem sido atribuído aos reformados com um rendimento de pensões igual ou inferior a 1,5 Indexantes de Apoios Sociais (IAS).

Além disto, em 2018, houve uma atualização das pensões em linha com o que está previsto na lei e que se traduziu num aumento de 1,8% para as de montante igual ou inferir a 857,80 euros, de 1,3% para as pensões entre 857,80 euros e 2.573,40 euros, e de 1,0% para as pensões entre 2.573,40 euros e 5.146,80 euros.

Em 2018, dos 479.132 reformados/aposentados da CGA, a maior parte (52,4%) recebia pensões entre os 750 e os 2.500 euros.

Entre o universo de pensões de antigos funcionários públicos há 1,5% (cerca de 7 mil pessoas) com pensões superiores a 4 mil euros mensais.

LT // CSJ

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Tripulantes da Ryanair 'presos' entre contratos inferiores ao salário mínimo e emigração

Mais de 30 trabalhadores da Crewlink, que tripulam os aviões da Ryanair, estão a ser convidados para os quadros da companhia com remunerações base abaixo do salário mínimo, tendo como alternativa a relocalização no estrangeiro já em setembro.

Acionistas da Azul aprovam acordo de saída da TAP

Os acionistas da companhia aérea brasileira Azul, liderada por David Neeleman, aprovaram na segunda-feira em assembleia-geral (AG) o acordo de saída da TAP, incluindo a eliminação de direitos de converter obrigações em ações.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.