Info

PAIGC felicita António Costa por "expressiva vitória" devido a "grande trabalho"

| Política
Porto Canal com Lusa

Bissau, 09 out 2019 (Lusa) - O Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), no poder na Guiné-Bissau, felicitou o PS pela vitória nas eleições de domingo, que confirma o "grande trabalho" que António Costa tem feito em Portugal.

"Em nome da direção Superior do PAIGC e em meu nome pessoal, venho através desta felicitá-lo pela expressiva vitória do Partido Socialista sob a sua esclarecida e firme liderança no decurso das últimas eleições legislativas de 6 de outubro", refere o presidente do PAIGC, Domingos Simões Pereira, em comunicado enviado hoje à Lusa.

Segundo o líder do partido, o escrutínio de domingo veio "reconfirmar o grande trabalho que (António Costa) tem levado a cabo, não só no seio do PS, como igualmente na condução do Governo de Portugal".

"Facto que foi reconhecido pelo povo português ao lhe ser renovada, de forma muito clara, a confiança na sua liderança", salientou.

Na mensagem, o presidente do PAIGC, que é candidato às presidenciais guineenses de 24 de novembro, sublinha que o novo mandato do primeiro-ministro é uma "boa oportunidade" para relançar a cooperação entre os dois países.

O PS foi o partido mais votado nas eleições legislativas de domingo, com 36,65% dos votos e 106 deputados eleitos, segundo os resultados finais provisórios.

De acordo com dados da Secretaria-Geral do Ministério de Administração Interna - Administração Eleitoral, o PSD foi o segundo partido mais votado, com 27,90% dos votos e 77 deputados.

Neste momento, e sendo que faltam apenas contar os votos dos círculos da Europa e de Fora da Europa, o PS regista 36,65% dos votos (106 deputados eleitos), o PSD 27,9% (77), o Bloco de Esquerda 9,67% (19), o PCP/PEV 6,46% (12), o CDS-PP 4,25% (5), o PAN 3,28% (4).

Os partidos Iniciativa Liberal, Chega e Livre garantiram um deputado, cada, na próxima legislatura, com, respetivamente, 1,3%, 1,29% e 1,09% dos votos.

No escrutínio de domingo foram eleitas deputadas três mulheres de origem guineense, tendo o Governo da Guiné-Bissau considerado que se trata de um "momento histórico" para a democracia portuguesa.

Joacine Katar Moreira, do Livre, Romualda Fernandes, do Partido Socialista, e Beatriz Dias, do Bloco de Esquerda, são as três luso-guineenses eleitas no domingo para o parlamento português.

MSE // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Rui Rio anuncia recandidatura à liderança do PSD

O presidente do PSD, Rui Rio, anunciou hoje que é candidato nas próximas eleições internas, afirmando estar disponível para enfrentar as adversidades inerentes, mas não as deslealdades e boicotes internos.

Governo: Costa com equipa de 50 secretários de Estados entre os quais 18 mulheres

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, apresentou hoje ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, uma equipa de 50 secretários de Estado para o XXII Governo Constitucional, entre eles 18 mulheres.

Catarina Martins diz que a relação do Bloco de Esquerda com o Partido Socialista nunca foi fácil

Catarina Martins diz que a relação do Bloco de Esquerda com o Partido Socialista nunca foi fácil. A coordenadora do partido recusou que a perda de votos e a falta de um acordo de maioria parlamentar possam ser encarados como uma derrota do partido.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.