Info

Teatro Nacional São João abre festival Mindelact em Cabo Verde onde estreia nova peça

| Norte
Porto Canal com Lusa

Mindelo, Cabo Verde, 07 out (Lusa) - "Bella Figura", peça de Yasmina Reza, estreada no âmbito da programação do Teatro Nacional São João, no Porto (TNSJ), vai abrir a 25.ª edição do Festival Internacional de Teatro do Mindelo, em Cabo Verde, a 06 de novembro.

A programação do festival, que decorre durante 11 dias, até 16 de novembro, foi apresentada hoje, no Mindelo, pelo presidente da Associação Mindelact, João Branco, que sublinhou ser esta a primeira vez que um teatro nacional se apresenta em Cabo Verde, no quadro do Mindelact, o que resulta de uma parceria assinada há cerca de dois meses entre o TNSJ e o Ministério da Cultura cabo-verdiano.

A estreia da nova peça do TNSJ, "Achadiço", ocorrerá também no âmbito do festival.

"Bella Figura", peça da dramaturga francesa, será apresentada na versão estreada há um ano, no Porto, encenada pelo atual diretor artístico do TNSJ, Nuno Cardoso, que então dirigiu os atores Afonso Santos, João Melo, Margarida Carvalho, Maria Leite, numa coprodução com a Ao Cabo Teatro, o Teatro Aveirense e o Teatro Viriato, em Viseu.

A peça multiplica vozes, "em diálogos rápidos e oblíquos", expondo "as suas angústias, frivolidades, hipocrisias, cobardias, mentiras", como destaca a apresentação da obra. "Bella Figura" será a primeira a subir ao palco do Centro Cultural do Mindelo, no contexto do festival.

Um dia depois, 07 de novembro, o TNSJ fará a estreia absoluta da peça "Achadiço", no palco dois do festival, na Academia Livre das Artes Integradas do Mindelo (ALAIM). Trata-se de uma nova encenação de Nuno Cardoso, que criou e interpreta a obra.

"Achadiço" é o "'título-nome' que recupera um regionalismo das Beiras, nomeadamente de Canas de Senhorim, de onde [o diretor do TNSJ] é originário". Segundo a tradição, "quem não encaixa é um achadiço". E Nuno Cardoso leva essa condição para palco.

Além dos dois espetáculos, que são o primeiro resultado em concreto da parceria, o acordo incluiu ainda formação de agentes teatrais cabo-verdianos e troca de espetáculos.

Portugal vai estar representado no festival por outros atores e espetáculos, como Elmano Sancho, com "Damas da Noite", Helena Reis, com "Mr. Muffin & Madame Cherry", ou os "Clowns", da Cosa Nostra, coprodução de Portugal, Itália, Alemanha e Espanha, que também esteve no 365 Algarve.

De Portugal vai chegar ainda a companhia de Teatro de Marionetas do Porto, com o espetáculo "Como Um Carrossel", conversas abertas com Madalena Perdigão e quatro oficinas, a coreografia "Na Onda da Distância", de Rafael Alvarez.

Tal como em anos anteriores, haverá uma extensão do festival Mindelact à cidade da Praia, que este ano contará com a Companhia da Chanca, de Penela, que interpreta "Sítio", de André Louro e Catarina Santana, peça que fala de um casal de idosos, de uma aldeia do interior de Portugal, perante o anúncio do nascimento do neto, longe das suas vidas.

Este ano, o festival internacional de teatro do Mindelo comemora as suas bodas de prata -- 25 edições, desde 1994 --, sob o lema "Arte, alma e afeto", e contará com 72 espetáculos de 13 países.

Além de Portugal e Cabo Verde, haverá ainda a presença de grupos de Espanha, Brasil, República Checa, Alemanha, Japão, Itália, Angola, França, Guiné-Bissau, Dinamarca e Estados Undidos.

Haverá também teatro para crianças, espetáculos nas rua e praças do Mindelo e em várias localidades da ilha de São Vicente.

Na programação, destaca-se igualmente o Teatro Off, que este ano vai se centrar no tema alcoolismo, numa parceria com a Presidência da República, a partir da campanha "Menos álcool, mais vida", um dos motes para a elaboração da nova lei do álcool, que entrou em vigor no sábado.

Na sua página oficial, a organização destaca que os espetáculos vão acontecer em sete palcos, sendo muitos deles estreia absoluta no festival de teatro.

O Mindelact é o mais importante evento de teatro da África Ocidental.

Na conferência de imprensa de apresentação da programação, hoje, João Branco, presidente da Associação Mindelact, disse que a edição das bodas de prata bateu todos os recordes, ao receber 350 candidaturas, de 32 países.

"Vamos ter mais de 150 artistas no país e todos os 72 espetáculos estão sendo oferecidos aos cabo-verdianos. Nenhum grupo cobrou para estar aqui, desde os mais famosos aos menos conhecidos. Isto, para nós, é motivo de grande orgulho e justifica, de certa forma, o conceito 'economia dos afetos', lançado em 2014", salientou o responsável associativo, citado pelo jornal eletrónico Mindelinsite.

O Festival Mindelact é patrocinado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde, pela Câmara Municipal de S. Vicente, pela Cooperação Portuguesa e várias empresas cabo-verdianas.

RIPE // MAG

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Espeleólogos portugueses encontrados e a começar a sair de gruta em Espanha

Os quatro espeleólogos portugueses retidos desde sábado numa gruta no norte de Espanha já foram encontrados, estão bem, mas muito cansados, e estão a sair da gruta a pouco e pouco, segundo um elemento do grupo de socorro espanhol.

Camião com madeira tomba e corta acesso à A27 em Ponte de Lima

Um camião que transportava madeira despistou-se e tombou hoje no acesso à Autoestrada 27 (A27), em Refoios do Lima, Ponte de Lima, espalhando a carga e derramando gasóleo, obrigando ao corte de trânsito naquele troço, disse fonte da GNR.

Centro Comercial Brasília celebra 43 anos de história

O centro comercial Brasília, no Porto, está a comemorar 43 anos. O segundo shoping mais antigo da cidade do Porto está a ser renovado e vai surgir mais moderno e com mais lojas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.