Info

BCE empresta 3.396 ME a 28 bancos à taxa de juro fixa de 0%

| Economia
Porto Canal com Lusa

Frankfurt, Alemanha, 19 set 2019 (Lusa) - O Banco Central Europeu (BCE) vai emprestar a 28 bancos da zona euro 3.396,25 milhões de euros a três anos a uma taxa fixa de 0% na primeira da nova série de operações de liquidez de longo prazo.

O BCE informou hoje que a operação será liquidada em 25 de setembro e vence em 28 de setembro de 2022, apesar dos bancos poderem devolver o dinheiro antes da data de vencimento.

O conselho de governadores do BCE decidiu na última quinta-feira modificar alguns dos parâmetros da terceira série de operações de financiamento a prazo mais longo com objetivos específicos.

O custo do financiamento das novas operações de liquidez a longo prazo será igual à taxa de juro média aplicada às operações principais de financiamento do Eurosistema, os leilões semanais, a longo do período de vigência da operação a longo prazo correspondente.

Atualmente o BCE empresta aos bancos semanalmente a uma taxa de 0%.

Em junho o BCE estabeleceu que o custo das novas operações de liquidez a longo prazo seria de 0,10% (o diferencial de uma décima acima da taxa de juro média das operações principais de financiamento).

No caso dos bancos emprestarem grandes quantidades, a taxa de juro aplicada aos empréstimos a longo prazo poderá ser tão baixa como a taxa de juro média da facilidade de depósito ao largo do período de vigência da operação correspondente.

A taxa de juro dos depósitos bancários é atualmente de -0,50%.

Inicialmente o BCE tinha decidido que estas novas operações de liquidez a longo prazo venceriam a dois anos, mas na semana passada ampliou o prazo de vencimento para três anos.

"Esta ampliação ajusta-se melhor ao prazo que costumam ter os empréstimos bancários destinados a financiar projetos de investimento e, portanto, amplia o apoio que proporcionarão as operações ao financiamento da economia real, tendo em conta a deterioração das perspetivas económicas observada desde que o prazo de vencimento se anunciou pela primeira vez, em março de 2019", segundo o BCE.

Os bancos poderão reembolsar os fundos obtidos antes da data de vencimento final, com periocidade trimestral passados dois anos desde a liquidação de cada operação.

Estas mudanças aplicam-se a partir da primeira operação que hoje se formalizou.

MC // JNM

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Fisco deteta erro em 10.000 declarações de IRS de 2015 e exige devolução de 3,5 milhões de euros

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou um erro na liquidação de declarações de IRS relativas a 2015, que implicou um novo apuramento do imposto em cerca de 10 mil declarações no valor de 3,5 milhões de euros.

Trichet diz que Banco Central Europeu salvou o euro em 2010 e "Portugal sabe bem disso"

Jean-Claude Trichet, antigo presidente do Banco Central Europeu, afirmou à Lusa que, juntamente com a sua equipa, salvou o euro em 2010, quando comprou títulos de dívida de Portugal, Grécia e Irlanda, na altura alvos de uma "especulação devastadora" nos mercados.

Governo aprova salário mínimo de 635 euros para 2020

O Conselho de Ministros aprovou hoje o aumento do salário mínimo para 635 euros a partir de janeiro de 2020, medida que o Governo estima que poderá abranger 720 mil trabalhadores, foi hoje anunciado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"Este mundo espantoso, inquieto e...

D'Mais

Hora do chá - o que é o...