Info

Polícia Judiciária detém bombeiro suspeito de atear sete fogos em Alfândega da Fé

Polícia Judiciária detém bombeiro suspeito de atear sete fogos em Alfândega da Fé
| Norte
Porto Canal

Um bombeiro de 39 anos foi detido, esta quarta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ) suspeito de ter ateado sete focos de incêndio em área florestal em várias freguesias de Alfândega da Fé, avançou a autoridade em comunicado.

"Os incêndios, ocorridos nos dias 22 e 28 de Junho, 18 de Julho, 3 de Agosto e 2 de Setembro de 2019, consumiram cerca de 110 hectares de área de mancha florestal, constituída, maioritariamente, por mato", indica o comunicado. 

A autoridade refere ainda que "os focos de incêndio colocaram em perigo uma vasta mancha florestal, constituída por mato, área agrícola, bem como habitações, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos bombeiros".

+ notícias: Norte

'Caso de falso positivo' de coronavírus no Hospital de São João do Porto

O Porto Canal sabe que foi detetado um 'caso de falso positivo' de coronavírus no Hospital de São João no Porto. O paciente está a ser sujeito a contra análise que vai confirmar se este é ou não o primeiro caso em Portugal.

(em atualização)

Arcos de Valdevez reclama redução da portagem no troço entre Braga e Valença da A3

O presidente da Câmara de Arcos de Valdevez reivindicou hoje a redução da portagem na autoestrada A3, entre Braga e Valença, por ser a "principal" ligação dos concelhos do interior do Alto Minho à região e ao país.

Comerciantes da Avenida Fernão Magalhães no Porto revoltados com atrasos de obras

Os comerciantes da Avenida Fernão de Magalhães, no Porto, estão revoltados com as obras que duram há sete meses quando o prazo da empreitada era de 90 dias. Queixam-se dos prejuízos e da falta de condições de segurança no acesso às lojas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.