Info

Euro volta a cair mas mantém-se nos 1,10 dólares

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 set 2019 (Lusa) - O euro voltou hoje a cair face ao dólar, nas vésperas de se conhecerem as decisões de política monetária do Banco Central Europeu (BCE).

A moeda única seguia a 1,1008 dólares cerca das 18:18 (hora de Lisboa) quando, na terça-feira, perto da mesma hora, negociava a 1,1038 dólares.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou hoje a taxa de referência do euro em 1,1003 dólares.

Os institutos alemães IfW e DIW reviram hoje em baixa as previsões de crescimento para a economia alemã e preveem uma recessão técnica para o terceiro trimestre do ano.

Segundo a Fitch, o impacto da guerra comercial entre a China e os Estados Unidos da América e os riscos de um 'Brexit' sem acordo levarão a uma revisão em baixa do crescimento a nível mundial, incluindo na zona euro.

Os analistas prevêem que o BCE aprove na quinta-feira um pacote de medidas para impulsionar a inflação e o crescimento económico.

Divisas..........hoje................terça-feira

Euro/dólar.......1,1008....................1,1038

Euro/libra......0,89384.................. 0,89430

Euro/iene........118,64................... 118,60

Dólar/iene.......107,77................... 107,44

DF (PE) // MSF

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Governo dá apoio até três mil euros a empresas que ponham trabalhadores a prazo nos quadros

As empresas que convertam contratos a prazo em permanentes vão ter direito a um apoio até 3.050,32 euros por trabalhador, desde que cumpram alguns requisitos, segundo uma portaria do Governo que deverá ser publicada esta quinta-feira.

Autoridade da Concorrência multa EDP Produção por abuso de posição dominante

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou esta quarta-feira que condenou a EDP Produção a pagar uma multa de 48 milhões de euros por abuso de posição dominante, de acordo com um comunicado enviado às redações.

Ryanair encerra rota Porto-Lisboa por "razões comerciais"

A Ryanair decidiu abandonar a rota entre o Porto e Lisboa a partir de 25 de outubro "por razões comerciais", disse fonte oficial da companhia aérea, garantindo que continuará a "operar 57 rotas do Porto e 30 de Lisboa".

Atualizado 19-09-2019 11:56

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.