Info

Exportações da Alemanha sobem 3,8% em julho

| Economia
Porto Canal com Lusa

Berlim, 09 set 2019 (Lusa) - As exportações da Alemanha atingiram 115.200 milhões de euros em julho, mais 3,8% do que no mesmo mês de 2018 e mais 0,7% que em junho, anunciou hoje a agência federal de estatística alemã (Destatis).

Segundo dados provisórios divulgados hoje pela Destatis, as vendas da Alemanha a terceiros países, os que não pertencem à União Europeia (UE), aumentaram para 51.000 milhões de euros em julho, mais 9,8% face ao mesmo mês de 2018.

As exportações alemãs em julho caíram em julho para 41.300 milhões de euros para os países membros da zona euro, menos 0,2% do que no mesmo mês de 2018, e para 22.900 milhões de euros para os países da UE que não partilham a moeda comum, menos 1,1% que em julho do ano passado.

As importações de bens e serviços da Alemanha em julho diminuíram para 93.700 milhões de euros, menos 0,9% face ao mesmo mês do ano passado e menos 1,5% que em junho.

A maior economia europeia acumulou um excedente comercial de 21.400 milhões de euros, contra um de 16.400 milhões de euros no mesmo mês de 2018, apesar do excedente ser só de 20.200 milhões de euros se se corrigirem as variações sazonais e de calendário.

MC // MSF

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Afinal o "desperdício" existe. TAP volta com sete voos no Porto e mais de 200 em Lisboa

A TAP publicou esta segunda-feira a listagem das rotas em operação para os próximos dois meses e verifica-se, para o Aeroporto do Porto regressam três rotas, num total de sete voos por semana, e para Lisboa regressam mais de 200 voos.

Atualizado 25-05-2020 21:30

Norte é a região de menor rendimento por habitante do país, mas foi a que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho. Mais 16,7% que a Área Metropolitana de Lisboa

 

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou hoje a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN).

CDS-PP defende reforço das linhas de crédito às empresas e redução de impostos

O CDS-PP defende um reforço das linhas de crédito de apoio às empresas e uma redução dos impostos. Se o Governo aceitar as propostas, Francisco Rodrigues dos Santos admite viabilizar o orçamento suplementar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.