Info

PIB moçambicano cresceu 2,5% no primeiro semestre

| Economia
Porto Canal com Lusa

Maputo, 14 ago 2019 (Lusa) - O Produto Interno Bruto (PIB) de Moçambique cresceu 2,5% no primeiro semestre deste ano, anunciou o Governo moçambicano, considerando moderada a evolução da economia nacional.

A porta-voz do Conselho de Ministros, Ana Comoana, disse, em comunicado divulgado na terça-feira à noite em Maputo, que a inflação atingiu 3,83%, de janeiro a junho, contra 6,5% de igual período do ano passado.

O índice de preços registado no primeiro semestre deste ano ficou abaixo dos 6,9% inicialmente previstos.

Durante os primeiros seis meses do ano, o Estado arrecadou receitas na ordem de 104.607,2 milhões de meticais (1.500 mil milhões de euros) contra uma despesa no valor de 133.267,8 milhões de meticais (1,9 mil milhões de euros).

As reservas internacionais líquidas aumentaram em 68 milhões de dólares 60,8 milhões de euros), sendo atualmente suficientes para cobrir 5,7 meses de importações de bens e serviços.

A porta-voz do Conselho de Ministros assinalou que os indicadores macroeconómicos registados no primeiro semestre deste ano traduzem um comportamento moderado da economia, tendo em conta os eventos adversos que aconteceram de janeiro a fevereiro, nomeadamente os dois ciclones que atingiram as regiões norte e centro e a seca no sul.

"O Governo continuará a envidar esforços para assegurar a implementação do Plano Económico e Social", frisou Ana Comoana.

PMA // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Elisa Ferreira garante que proposta europeia de redução de apoios a Portugal não vai avançar

Depois da Comissão Europeia ter proposto reduzir os apoios a Portugal em cerca de 7%, a presidência finlandesa foi mais drástica e pediu a redução de 10% dos apoios. Em declarações ao Porto canal, a comissária europeia foi ainda cautelosa sobre o próximo quadro comunitário e sobretudo sobre as verbas que vão estar destinadas a Portugal.

Governo foi "até onde podia ir" nos aumentos salariais na Função Pública

O secretário de Estado da Administração Pública, José Couto, garantiu hoje que o Governo "foi até onde podia ir" em matéria de atualização dos salários com a proposta de 0,3% e destacou o esforço do executivo de "regressar à normalidade".

Dormidas de turistas crescem 2,1% em outubro suportadas pelo alojamento local

As dormidas em alojamento turístico desaceleraram em outubro, aumentando 2,1% face ao mês homólogo de 2018 e impulsionadas pelo alojamento local, que subiu 11,3%, já que a hotelaria cresceu 0,7%, divulgou hoje o INE.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

D'Mais

Atitudo - Artes Marciais &...

Nota Alta

"A cidade do Porto está com um...