Info

Lançada primeira pedra do canal que vai proteger Esposende de cheias

| Norte
Porto Canal com Lusa

A primeira pedra do canal intercetor de proteção e gestão de riscos, cheias e inundações da cidade de Esposende foi lançada esta segunda-feira, um investimento de mais de cinco milhões de euros que deverá estar concluído na próxima primavera.

Atualizado 24-07-2019 11:27

Para o presidente da Câmara Municipal de Esposende, esta é uma obra "essencial" que na medida em que baliza "a capacidade de construção urbana" para as próximas décadas.

"Esta é uma obra de coeficiente de dificuldade elevado, mas mais que necessária para resolver um problema estruturante da cidade, um território morfologicamente muito plano que rapidamente satura de água", apontou o Benjamim Ferreira.

Este projeto decorre da decisão do Ministério do Ambiente, de 22 de fevereiro, de 2016, que classificou Esposende como zona crítica, no âmbito do Plano de Gestão de Riscos de Inundação, elaborado pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Em novembro de 2016, o Município de Esposende aprovou o projeto e, em janeiro de 2017, foi aprovado o financiamento pelo Fundo de Coesão, ao abrigo do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

O investimento é comparticipado por fundos comunitários em 3,9 milhões de euros, um valor que contempla projeto, aquisição de terrenos e a obra propriamente dita, adjudicada por 3,1 milhões de euros.

Em causa está a construção de um sistema intercetor de águas pluviais excedentes, para resolução de problemas de drenagem de terrenos agrícolas e das inundações na cidade de Esposende.

Problemas que, sublinha o município, "colocam em risco a população e causam elevados danos no património público e no privado".

O canal intercetor irá desde a rotunda da empresa Solidal, na cidade, até à freguesia das Marinhas, numa extensão de 4,5 quilómetros.

+ notícias: Norte

Águas do Porto alerta para fraude em nome da empresa

Os clientes da empresa municipal Águas do Porto estão a receber alertas para situações de fraude que têm sido praticadas por vários indivíduos cque, apresentando falsas credenciais da empresa, estão a abordar os seus clientes e a solicitar ilicitamente pagamentos em numerário, com o pretexto de se tratar de correções de faturação.

Alunos na escola Rodrigues de Freitas contra falta de funcionários e exames nacionais

Um grupo de alunos manifestou-se hoje frente à Escola Básica e Secundária Rodrigues de Freitas, no Porto, para sensibilizar a opinião pública e o Governo para a falta de funcionários, a sobrecarga horária e pelo fim dos exames nacionais.

Nove feridos em despiste de carrinha com trabalhadores em Marco de Canaveses

Um acidente de viação provocou hoje nove feridos ligeiros, em Constance, Marco de Canaveses, todos trabalhadores de construção civil que seguiam numa viatura que se despistou, segundo os bombeiros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

D'Mais

Atitudo - Artes Marciais &...

Nota Alta

"A cidade do Porto está com um...

N'Agenda

"Gosto de estar a par do rap que...