Info

Notas do 9.º ano descem a Português e Matemática volta à positiva

Notas do 9.º ano descem a Português e Matemática volta à positiva
| País
Porto Canal com Lusa

As médias dos alunos do 9.º ano nos exames desceram este ano a Português e a Matemática, voltando a uma média positiva, mas com uma taxa de reprovação ainda a rondar os 30%, segundo dados oficiais hoje divulgados.

Os exames de Matemática do 9.º ano registaram este ano uma classificação média de 55%, correspondente a um nível 3, o primeiro nível positivo na classificação até ao 3.º ciclo, que varia entre 1 e 5.

Os 55% de média este ano comparam positivamente com o ano anterior, uma vez que em 2018 a nota média foi de 47%, ou seja, negativa, de nível 2.

Apesar da melhoria, a taxa de reprovação na disciplina está próxima dos 30%: foi de 29% este ano, melhor do que os 33% em 2018.

Já o exame de Português registou uma nota média de 60%, abaixo dos 66% de 2018, mantendo-se o registo dentro do nível de classificação 3.

Apesar da média mais baixa, a disciplina registou este ano uma ligeira melhoria na taxa de reprovação, que baixou dos 6% para os 5%.

"Na prova de Português observou-se que cerca de 77% dos alunos obtiveram uma classificação igual ou superior a 50%, sendo que, na prova de Matemática, cerca de 60% dos alunos obtiveram classificação igual ou superior a 50%", lê-se numa nota de imprensa do Júri Nacional de Exames que acompanha os dados divulgados hoje pelo Ministério da Educação (ME).

Segundo os dados, as provas finais do 3.º ciclo realizaram-se em 1.198 escolas em Portugal e no estrangeiro com currículo português.

A correção das 191.497 provas realizadas envolveu 3.830 professores classificadores do 3.º ciclo, mas em todo o processo estiveram envolvidos cerca de 10 mil docentes, incluindo vigilantes e secretariado de exames.

+ notícias: País

Sindicato dos Motoristas admite recorrer à justiça para responsabilizar aqueles que violaram leis

O porta-voz do sindicato de motoristas de matérias perigosas, Pedro Pardal Henriques, admitiu este sábado recorrer à justiça para “responsabilizar todos aqueles que violaram as leis” na greve.

ASAE apreende 7.000 artigos em combate à contrafação no Facebook

A ASAE apreendeu em Castelo de Paiva e Coimbra mais de sete mil artigos desportivos contrafeitos, no valor de 62 mil euros, numa ação contra produtos contrafeitos vendidos através do Facebook e 'websites'.

Vários setores de atividade confessam que não aguentam mais dias de paralisação dos motoristas

A greve dos motoristas de matérias perigosas começou há quase uma semana mas os portugueses começaram a preparar-se muito antes. Também os vários setores de atividade revelaram estar bem preparados mas há quem diga que não aguenta mais dias de paralisação.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.