Info

Concelhia PS/Matosinhos "renega" executivo municipal

Concelhia PS/Matosinhos "renega" executivo municipal
| Norte
Porto Canal

A Comissão Política Concelhia do PS/Matosinhos anunciou hoje que "renega" o executivo da Câmara, liderado por Guilherme Pinto, por considerar que não representa o partido nem as suas "opções e orientações políticas".Em comunicado enviado à Lusa, a concelhia do PS/Matosinhos refere ter decidido, por unanimidade, que os "membros do PS na Assembleia Municipal e do executivo só deverão aprovar os documentos oriundos do executivo municipal" desde que "os mesmos decorram de atos de gestão corrente da autarquia e não violem a consciência cívica".

O PS/Matosinhos, liderado pelo candidato do partido à Câmara local, António Parada, acrescenta que também só deverão ser aprovados documentos "que decorram da execução do plano de atividades e orçamento" para este ano e propostas que "não conduzam à criação de condições que "dificultem o desempenho dos futuros órgãos autárquicos".

"O PS de Matosinhos encontra-se unido em torno da candidatura autárquica já apresentada e legitimamente sufragada", lamentando, por isso, "a atitude de todos aqueles que, não tendo a humildade de reconhecer as escolhas democráticas do partido, agem agora sob os mesmos princípios que combateram há precisamente quatro anos, ultrapassando valores partidários em prol de um projeto de ambição puramente pessoal".

O presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto, desvinculou-se do PS em fevereiro, considerando tratar-se de um "passo decisivo" para avançar com uma recandidatura ao cargo, mas como independente.

Em abril, vereadores e administradores socialistas da Câmara de Matosinhos apresentaram a demissão do PS devido ao "total desacordo" com a escolha da direção do partido para as autárquicas no concelho.

Ao abandonarem o partido, os dois vereadores e as duas administradoras socialistas da Câmara de Matosinhos pretenderam também manifestar o "apoio ao presidente da autarquia, Guilherme Pinto, que em fevereiro entrou em rutura com o PS".

A cisão está relacionada com a escolha do líder da concelhia socialista de Matosinhos, António Parada, como candidato socialista à autarquia nas próximas autárquicas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.