Info

Euro recupera mas mantém-se abaixo dos 1,13 dólares

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 10 jul 2019 (Lusa) - O euro recuperou hoje face ao dólar, mas acabou por não conseguir superar a barreira dos 1,13 dólares, num dia em que o presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed) sinalizou uma possível descida nas taxas de juro.

Pelas 18:30, hora de Lisboa, o euro negociava a 1,1256 dólares, acima dos 1,1206 registados sensivelmente à mesma hora de terça-feira.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou hoje a taxa de câmbio de referência do euro em 1,1205 dólares

No seu discurso no Congresso dos Estados Unidos, o presidente da Fed, Jerome Powell, disse que "as incertezas em torno das tensões comerciais" e a "preocuopação acerca da força da economia mundial" continuam "a pesar" sobre as perspetivas económicas dos Estados Unidos.

Considera-se provável que a Fed baixe as taxas de juro em 0,25% em julho.

A libra esterlina recuperou, face ao dólar, do nível mínimo registado na terça-feira, uma vez que recuperou dos 1,2462 para os 1,2509 negociados hoje.

Em relação ao euro, a libra caiu dos 1,1118 euros de terça-feira, valor mais baixo desde o início do ano, para os 1,1113 euros hoje, adensando esse registo.

Divisas..........hoje.................terça-feira

Euro/dólar.......1,1256...................1,1206

Euro/libra.......0,89991.................0,89956

Euro/iene........122,09...................121,95

Dólar/iene.......108,56...................108,83

JE // MSF

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Covid-19: Confederação do Comércio e Serviços está contra mudanças no regime de 'lay-off'

A Confederação do Comércio e Serviços rejeita mudanças no lay-off. A entidade defende que seria preferível estender o atual regime por mais três meses, nas mesmas condições.

Setor dos transportes de passageiros acusa patrões de fraude ao Estado

Os trabalhadores dos transportes de passageiros acusam os patrões do setor de fraude ao Estado português. Em causa está a grande quantidade de motoristas em situação precária, enquanto as empresas continuam a receber subsídios estatais.

Comissão Europeia "otimista" sobre rápida retoma económica em Portugal

A Comissão Europeia diz estar "razoavelmente otimista" sobre uma "rápida recuperação" económica de Portugal após a crise gerada pela covid-19 e considera que a forma como o país "controlou" a pandemia beneficiará a retoma do turismo este verão.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.