Info

Detetada 'legionella' em instalações da Força Aérea em Alverca

| País
Porto Canal com Lusa

Vila Franca de Xira, Lisboa, 22 mai 2019 (Lusa) - As instalações do Depósito Geral de Material da Força Aérea (DGMFA), em Alverca vão estar a funcionar com serviços mínimos, pelo menos até segunda-feira, devido à deteção da presença de 'legionella', confirmou à agência Lusa fonte oficial

"Na sequência de análises que fazemos com regularidade nas instalações da Força Aérea, foram detetados uns parâmetros acima dos valores normais e, por uma questão de prevenção e precaução, foi decidido que a unidade entrasse em serviços mínimos para proceder a todo o processo de limpeza e descontaminação", explicou à Lusa o tenente-coronel Manuel Costa, porta voz da Força Área Portuguesa.

A mesmo fonte ressalvou que "não há militares com queixas" e que ainda não foi encontrada a fonte de contaminação: "Neste momento tudo aquilo que está a ser feito é para detetar e proceder à sua eliminação", atestou.

A previsão é que esta unidade de Alverca, no concelho de Vila Franca de Xira, esteja a funcionar em serviços mínimos, pelo menos, até à próxima segunda-feira, altura em que serão realizadas novas análises.

A doença do legionário, provocada pela bactéria 'Legionella pneumophila', contrai-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada (aerossóis) de dimensões tão pequenas que transportam a bactéria para os pulmões, depositando-a nos alvéolos pulmonares.

FAC // LIL

Lusa/fim

+ notícias: País

Vinte e quatro municípios não têm o plano municipal de combate aos fogos atualizado

Vinte e quatro municípios não têm o plano municipal de combate aos fogos atualizado. Entre eles estão o Porto e S. João da Madeira. O Ministro da Administração Interna admite coimas.

Autarquia de Viseu diz que solução encontrada para os doentes oncológicos não pode ser definitiva

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu vai receber um reforço de médicos de Coimbra e Vila Real, para que os doentes oncológicos não sejam deslocados. Uma solução que resolve o problema no imediato mas autarquia e doentes dizem que não pode ser definitiva.

Aeródromo de Viseu vai ter centro de formação Aeronáutico

Depois de assinado um protocolo de colaboração com a autarquia de Viseu, o Instituto de Formação Aeronáutica vai instalar um centro de formação no aeródromo municipal para formar pilotos comerciais e também assistentes de cabine e técnicos de manutenção. A nova escola vem reforçar o investimento que está a ser feito na infraestrutura e apoiar o projeto de crescimento deste aerodromo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.