Info

António Costa acusa Paulo Rangel de ter pedido a Bruxelas para "pôr Portugal na ordem"

António Costa acusa Paulo Rangel de ter pedido a Bruxelas para "pôr Portugal na ordem"
| Política
Porto Canal com Lusa

O secretário-geral do PS acusou este sábado o cabeça de lista europeu do PSD de ter pedido à Comissão para "pôr Portugal na ordem", tentando impedir a mudança política iniciada no final de 2015.

António Costa fez esta referência a Paulo Rangel no discurso que encerrou o comício dos socialistas em Guimarães, no auditório do Centro Cultural Vila Flor - um comício que, após um fim de tarde de futebol, esteve longe de encher.

Numa intervenção em que procurou salientar diferenças entre PS e PSD, o líder dos socialistas referiu-se a um debate no Parlamento Europeu entre os eurodeputados Paulo Rangel e Elisa Ferreira, atual vice-presidente do Banco de Portugal e que então fazia parte do grupo socialista.

"Temos dito muitas vezes que o candidato do PSD e do CDS a presidente da Comissão Europeia [Manfred Weber] tentou aplicar sanções com a força máxima contra Portugal, mas não foi só ele que quis impedir a mudança. Convém não esquecer que o cabeça de lista do PSD, num debate, no Parlamento Europeu, com a nossa deputada Elisa Ferreira, pediu à Comissão que viesse a Portugal impedir a mudança", referiu António Costa.

Segundo António Costa, Paulo Rangel disse então que, com essa mudança política, o país "não seria capaz de cumprir os acordos europeus".

"Pediu à Comissão Europeia para nos vir cá pôr na ordem. Foi isso que Paulo Rangel defendeu no Parlamento Europeu, contra Portugal e contra os portugueses", acentuou o secretário-geral do PS.

+ notícias: Política

Tiago Barbosa Ribeiro espera que a regionalização esteja no programa eleitoral do PS

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, defende que sem regionalização não se resolvem os problemas da desigualdade territorial e como tal, espera "que a regionalização esteja" no programa eleitoral do PS.

Deputado do PS afirma que casos de alegada corrupção prejudicam a 'luta' pela regionalização

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, afirma que sempre que existem casos noticiados de alegada corrupção "os adversários da regionalização acabam por ganhar alguns argumentos, mesmo que sejam populistas".

Operações 'Teia' e 'Rota Final': Partidos pedem mais meios e condições para que a justiça funcione rápido

Em pouco mais de duas semanas, Portugal viveu dois escândalos de corrupção que envolvem autarquias do Norte e suspeitas de favorecimento a empresas privadas. O primeiro foi a Operação 'Teia' com nomes ligados ao PS. O segundo é a Operação 'Rota Final', com figuras do PSD. O Porto Canal foi ouvir o que pensam as concelhias partidárias sobre isto e todas admitem que são precisos mais meios e condições para que a justiça funcione rápido.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

1ª Bienal de Fotografia do Porto:...