Info

Administração do hospital de Gaia afasta “cenário caótico” apesar da polémica com o presidente

Administração do hospital de Gaia afasta “cenário caótico” apesar da polémica com o presidente
| Norte
Porto Canal com Lusa

O conselho de administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNGE) afastou, esta quarta-feira, qualquer "cenário caótico" vivido na instituição depois da polémica renuncia ao cargo de presidente de António Alves Dias e da 'nega' de Vitor Herdeiro, tal como noticiou o Porto Canal.

Atualizado 24-04-2019 18:47

O antigo presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar, António Dias Alves, renunciou ao cargo no dia 1 de abril e cessou funções no dia seguinte.

Ao que o Porto Canal apurou e noticiou no dia 18 de abril, Vitor Herdeiro tinha colocado a condição ao Governo, para aceitar o cargo, de renovar toda a equipa do conselho de administração. Ora essa condição não foi aceite pelo Ministério da Saúde, o que levou Herdeiro a rejeitar assumir o cargo.

Por sua vez, a unidade de saúde referiu esta quarta-feira em comunicado que “após a renúncia do Doutor António Dias Alves [ex-presidente], com efeitos a 01 de abril, o conselho de administração, órgão máximo de gestão do centro hospitalar, mantém-se em funções”.

Sublinhando que o conselho de administração tem “quórum deliberativo” para o exercício das funções, que terminam a 31 de dezembro de 2019, o centro hospitalar recorda que este é composto por presidente, diretor clínico, enfermeira diretora e dois vogais executivos.

“Como qualquer instituição do Serviço Nacional de Saúde, a gestão não está concentrada numa pessoa, mas sim num órgão de gestão como decorre dos estatutos dos Centros Hospitalares EPE, estando neste enquadramento previsto no respetivo regulamento interno e delegação de competências todas as situações de ausência de qualquer um dos membros do conselho de administração”, vinca.

O conselho de administração frisa que a gestão do centro hospitalar decorre dentro da normalidade, afastando qualquer “cenário caótico”.

Além disso, assume estar “totalmente empenhado” em assegurar toda a atividade assistencial e em dar continuidade ao Plano de Reabilitação Integrado do CHVNGE, nomeadamente ao novo serviço de urgência, integração dos serviços da unidade 2 na unidade central, requalificação dos serviços de internamento e reorganização do ambulatório programado.

+ notícias: Norte

Estudante encontrado em pijama na linha de comboio em Aveiro com lesão num pé

Um universitário de 21 anos foi encontrado hoje em pijama caído junto à linha de comboios da CP, em Aveiro, com uma lesão “gravíssima” num pé, em circunstâncias que estão ainda por esclarecer, informou fonte dos Bombeiros.

Despiste de camião condiciona trânsito na VCI

Um despiste de um veículo pesado de mercadorias está a condicionar o trânsito na VCI, na saída para a Arrábida, no sentido Freixo-Arrábida, apurou esta terça-feira o Porto Canal com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

Atualizado 21-05-2019 16:32

Regulador da Saúde abre inquérito a contentores pediátricos do Hospital de São João

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) revelou esta terça-feira à Lusa que tem em curso "um processo de inquérito" aos contentores de internamento pediátrico do Hospital de São João (HSJ), no Porto.

Atualizado 22-05-2019 11:08

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS