Info

Associação O Joãozinho abandona construção da ala pediátrica do São João no Porto

| Norte
Porto Canal com Lusa

A Associação O Joãozinho vai abandonar definitivamente a construção da ala pediátrica do Hospital de São João, no Porto, da qual tem titularidade, por ter levado ao "limite a sua missão mecenática", anunciou esta segunda-feira à Lusa o presidente.

Atualizado 16-04-2019 10:53

Pedro Arroja contou que a associação "levou ao limite a sua missão relativa à construção por via mecenática da ala pediátrica", tendo dado instruções ao consórcio das construtoras para levantar durante esta semana o estaleiro da obra que se encontra nos terrenos da unidade hospitalar.

"Conforme estabelecido no acordo de cooperação [entre associação e hospital], todos os trabalhos já realizados por esta associação relativos à construção da nova ala pediátrica, e que se encontram integralmente pagos, são doados ao Centro Hospitalar de São João", referiu.

O presidente da associação recordou que há mais de três anos que aguarda que o Hospital de São João lhe ceda o espaço, cumprindo a cláusula 1.ª do acordo de cooperação, para prosseguir a empreitada, interrompida em março de 2016.

A ala pediátrica já poderia estar concluída e paga pela Associação O Joãozinho se "não fossem os impedimentos colocados pela administração do hospital e pelo Governo", frisou Pedro Arroja.

"Desde há um ano, por virtude do escândalo público causado pela intervenção de pais das crianças internadas nos atuais contentores que servem de ala pediátrica, o Governo passou a anunciar de forma recorrente, embora sem nunca concretizar, que iria fazer aquela obra", lembrou.

Estando em causa o "bem maior" das crianças lá internadas e a "urgência" de as livrar daquelas condições, Pedro Arroja assumiu não desejar "constituir-se impedimento para que o Governo e a administração do centro hospitalar realizem a obra que prometeram iniciar a partir do final de abril".

Há dez anos que o Hospital de São João tem um projeto para construir uma ala pediátrica, mas desde então o serviço tem sido prestado em contentores.

Em fevereiro, a ministra da Saúde, Marta Temido, reuniu no Porto com Pedro Arroja, com o porta-voz da Associação Pediátrica Oncológica do Hospital de São João e com elementos da administração do hospital para tentar estabelecer um acordo.

Nessa ocasião, a governante reafirmou que as obras da nova ala pediátrica começam no final deste ano ou início do próximo.

Contudo, não houve acordo entre as partes envolvidas no processo, e a associação interpôs uma ação cível em tribunal para obrigar o hospital a libertar o espaço destinado à ala pediátrica. Dias depois, o hospital anunciou ter desencadeado os procedimentos legais para a tomada de posse administrativa do terreno.

O parlamento aprovou em novembro, por unanimidade, a proposta de alteração do PS ao Orçamento do Estado para 2019, de forma a prever o ajuste direto para a construção da ala pediátrica.

+ notícias: Norte

Lançada petição pública para reativação da Linha do Douro até Barca d'Alva e Espanha

Os promotores de uma petição pública em defesa da requalificação e reativação da Linha Ferroviária do Douro, lançada este sábado na Régua, querem reunir até final do ano assinaturas suficientes para levar o abaixo-assinado à discussão no parlamento.

Idosa encontrada morta no rio Fervença, em Bragança

Uma idosa de 73 anos dada como desaparecida desde sexta-feira à tarde foi encontrada morta ao início da manhã deste sábado no rio Fervença, junto à ponte do Jorge, em Bragança, disse à Lusa fonte dos bombeiros locais. 

Falta de condições pode 'tirar' helicóptero do INEM a Santa Comba Dão

A falta de condições exigidas por normas europeias, para a aviação civil, da base permanente de helicópteros de Santa Comba Dão pode retirar a certificação a esta base e com isto retirar o helicóptero do INEM da região centro.

Atualizado 15-06-2019 11:34

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

1ª Bienal de Fotografia do Porto:...