Info

Governo e Ordem dos Enfermeiros reatam relações institucionais

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 Mar (Lusa) - O Ministério da Saúde retomou as relações institucionais com a Ordem dos Enfermeiros, tendo hoje decorrido uma reunião entre o secretário de Estado Adjunto da Saúde e a bastonária.

A informação foi confirmada à agência Lusa por fonte oficial do Ministério.

Questionado pela Lusa, o Ministério acrescentou que na reunião de hoje foram discutidos vários "assuntos regulares", nomeadamente questões que se prendem com os sistemas de informação.

No início de fevereiro, as relações entre o Governo e a Ordem dos Enfermeiros foram publicamente postas em causa, depois de o secretário de Estado Adjunto da Saúde, Francisco Ramos, ter anunciado que suspendia relações institucionais com a Ordem, tendo em conta posições assumidas pela bastonária Ana Rita Cavaco a propósito da greve dos enfermeiros em blocos operatórios de hospitais públicos.

Também o primeiro-ministro António Costa chegou publicamente, numa entrevista à SIC, a anunciar que iria apresentar uma queixa na justiça contra a bastonária, alegando que extravasa as suas funções e insinuando que assumia uma postura sindical.

No dia em que Governo e Ordem dos Enfermeiros normalizaram relações, a ministra da Saúde disse que tutela, ordens profissionais e sindicatos têm de se articular, sem "ultrapassarem o seu papel", a propósito do convite feito pelo Governo para acompanharem o périplo do executivo no setor da saúde.

"O papel das ordens profissionais é um, o do Ministério da Saúde é outro e o dos sindicatos é outro e, portanto, não se pode saltar as fronteiras daquilo que é o seu papel, senão não estamos a trabalhar bem e é nessa lógica que nos articulamos", afirmou Marta Temido aos jornalistas à margem da inauguração do Centro de Saúde do Cadaval, no distrito de Lisboa.

Para a governante, tutela, ordens profissionais e sindicatos do setor têm de se "relacionar sempre num ambiente de lealdade, frontalidade e colaboração".

Segundo o gabinete do primeiro-ministro, a secretaria-geral do Ministério da Saúde convidou "todas as ordens profissionais" do setor para acompanhar o Governo numa visita inserida num périplo a unidades de saúde.

Fonte oficial da Ordem dos Enfermeiros tinha confirmado à agência Lusa que a bastonária Ana Rita Cavaco foi convidada para acompanhar o primeiro-ministro, António Costa, na quarta-feira, numa visita no âmbito do périplo a unidades de saúde que o Governo iniciou esta semana.

A bastonária dos Enfermeiros tinha escrito ao primeiro-ministro a oferecer-se para o acompanhar na visita a unidades de saúde.

ARP (FYC) // HB

Lusa/fim

+ notícias: Política

Tiago Barbosa Ribeiro espera que a regionalização esteja no programa eleitoral do PS

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, defende que sem regionalização não se resolvem os problemas da desigualdade territorial e como tal, espera "que a regionalização esteja" no programa eleitoral do PS.

Deputado do PS afirma que casos de alegada corrupção prejudicam a 'luta' pela regionalização

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, afirma que sempre que existem casos noticiados de alegada corrupção "os adversários da regionalização acabam por ganhar alguns argumentos, mesmo que sejam populistas".

Operações 'Teia' e 'Rota Final': Partidos pedem mais meios e condições para que a justiça funcione rápido

Em pouco mais de duas semanas, Portugal viveu dois escândalos de corrupção que envolvem autarquias do Norte e suspeitas de favorecimento a empresas privadas. O primeiro foi a Operação 'Teia' com nomes ligados ao PS. O segundo é a Operação 'Rota Final', com figuras do PSD. O Porto Canal foi ouvir o que pensam as concelhias partidárias sobre isto e todas admitem que são precisos mais meios e condições para que a justiça funcione rápido.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.