Info

Federação Portuguesa de Cineclubes lança prémio para distinguir filmes dos PALOP

| País
Porto Canal com Lusa

Coimbra, 12 mar (Lusa) - A Federação Portuguesa de Cineclubes lançou o prémio António Loja Neves, nome de um dos sócios fundadores desta entidade, que visa distinguir os filmes produzidos nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

O prémio, cujas inscrições estão abertas até 30 de março (em fpcc.pt/lojaneves), visa distinguir filmes realizados entre 2017 e 2018 (a distinção vai ter uma periodicidade bienal) nos PALOP, disse à agência Lusa o presidente da Federação Portuguesa de Cineclubes (FPCC), António Costa Valente.

Para esta distinção, não são aceites "coproduções portuguesas ou brasileiras em que o realizador é português ou brasileiro. Têm de ser realizadores e produções desses países", esclareceu.

Para além das inscrições espontâneas, são também admitidos para a competição todos os filmes dos PALOP que participaram em festivais portugueses de cinema organizados por cineclubes federados (Caminhos do Cinema Português, Encontros de Cinema de Viana, Festival Internacional de Cinema de Avanca, Filmes do Homem - Festival de Documentário de Melgaço e VistaCurta), disse Costa Valente à Lusa.

O júri responsável pela atribuição da primeira edição do prémio é composto pelo cineasta Luís Filipe Rocha, o produtor Paulo Trancoso e por Isabel Santos, que esteve ligada à organização do Festival de Cinema da Figueira da Foz.

O prémio é também uma homenagem a António Loja Neves, sócio fundador do FPCC, que "esteve sempre nos caminhos dos cineclubes, dos festivais e dos filmes", refere o texto de apresentação do prémio, recordando a sua ligação ao cinema produzido nos PALOP.

Com a distinção, a Federação Portuguesa de Cineclubes pretende dar a continuidade ao trabalho de António Loja Neves na "promoção da cinefilia dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa no espaço do cineclubismo nacional".

De acordo com António Costa Valente, a atribuição da primeira edição do prémio vai decorrer, em princípio, em novembro deste ano, aquando do Encontro de Cineclubes.

JYGA // MAG

Lusa/Fim

+ notícias: País

Associações de doentes alertam para "realidade assustadora" de falta de medicamentos

Setenta associações de doentes enviaram uma carta ao Infarmed a alertar para a "realidade assustadora" de doentes cujo estado de saúde se tem "agravado" devido à falta de medicamentos nas farmácias e à não aprovação de fármacos inovadores.

Problemas elétricos nas novas ambulâncias do INEM resolvidos até ao final do mês

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) espera ter até final do mês resolvidos os problemas elétricos detetados em cinco das suas 20 ambulâncias novas e garante que a segurança no transporte dos doentes não está em causa.

Aveiro realiza simulacro de acidente com recurso a tecnologia 5G

As comunicações entre as entidades responsáveis pela prestação de socorro em caso de acidente são fundamentais. Como tal, as autoridades de Aveiro testaram a rede 5G num simulacro de um despiste com um encarcerado, sendo que a evolução da rede permitiu maior rapidez na atuação dos meios.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.