Info

Número de mortos em tempestade na cidade brasileira de São Paulo sobe para sete

| Mundo
Porto Canal com Lusa

São Paulo, Brasil, 11 mar (Lusa) - O número de mortos após uma chuva forte que afetou desde domingo à noite a região metropolitana em de São Paulo, a maior cidade do Brasil, subiu para sete, divulgou o Corpo de Bombeiros.

"Atualizando o balanço quantitativo de atendimentos realizados pelo Corpo de Bombeiros em razão das chuvas, infelizmente, temos até ao momento sete óbitos e quatro feridos", refere-se na conta do Twitter dos Bombeiros do estado de São Paulo.

Quatro das sete vítimas morreram após o colapso de uma casa causado por um deslizamento de terra na cidade de Ribeirão Pires, município localizado na região metropolitana de São Paulo, e as outras três vítimas morreram afogadas em áreas da cidade onde se registaram grandes inundações.

Em Ribeirão Pires, outras duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para um hospital.

A tempestade causou enchentes em diferentes pontos da região metropolitana de São Paulo e vários bairros ficaram completamente cobertos de água depois de alguns rios terem transbordado.

Face aos estragos causados pelas chuvas, bombeiros e agentes da Defesa Civil tiveram que recorrer a jangadas insufláveis para resgatar vítimas isoladas.

O último relatório do Corpo de Bombeiros indicou que cerca de 78 árvores caíram na região metropolitana devido às chuvas e, embora não tenham causado vítimas, bloquearam ruas em diferentes regiões de São Paulo.

Ocorreram 76 deslizamentos de terra e 698 inundações em diferentes em São Paulo e municípios vizinhos.

A previsão é de que as chuvas continuem ao longo do dia e as autoridades locais estão em estado de alerta.

CYR // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Termina sequestro em autocarro no Rio de Janeiro, suspeito morto pela polícia

O sequestro dos passageiros de um autocarro na ponte que liga a cidade brasileira do Rio de Janeiro e Niterói terminou cerca das 09h00 locais (13h00 em Lisboa) com a morte do suspeito, informou a Polícia Militar.

Twitter bane propaganda dos 'media' controlados pelo Estado após suspender contas associadas à China

A rede social Twitter informou esta terça-feira que não aceitará mais "propaganda de órgãos de imprensa controlados pelo Estado", condenando comportamentos "manipuladores", depois de anunciar que suspendeu quase mil contas associadas ao regime chinês.

Quatro mil pessoas retiradas de casa devido a incêndio na Grã Canária, Espanha

Um incêndio florestal que lavra desde sábado em Valleseco, na ilha espanhola Grã Canária, obrigou à retirada de quatro mil pessoas de 40 localidades, informou este domingo o presidente do Governo das Ilhas Canárias.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.