Info

EDP avança com venda de ativos e reforço do investimento em renováveis

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 10 mar (Lusa) -- A EDP indicou hoje que o Conselho de Administração Executivo da elétrica vai apresentar ao mercado na terça-feira um reforço do investimento em renováveis e um plano de alienação de ativos, segundo comunicado à CMVM.

"Os órgãos sociais da EDP, Conselho de Administração Executivo (CAE) e Conselho Geral de Supervisão (CGS), reunirão no dia 11 de março para discutir e deliberar sobre o conteúdo do 'Strategic Update' para o período 2019-2022, a ser apresentado ao mercado no dia 12 de março, tal como anteriormente comunicado", lê-se no documento publicado na Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM).

De acordo com o mesmo documento da EDP, "a proposta que o CAE submeterá ao CGS contempla, em termos genéricos, quer um reforço do investimento em renováveis quer um plano de alienação de ativos".

Os detalhes sobre o plano estratégico da empresa serão disponibilizados "na referida apresentação ao mercado", avança a elétrica nacional liderada por António Mexia.

O comunicado da EDP surge depois de notícias publicadas pela agência Reuters e pelo jornal online ECO com os títulos, respetivamente, "EDP prepara venda de ativos de produção elétrica em Portugal" e "EDP vai investir 7 mil milhões em renováveis", segundo cita a própria empresa no documento enviado à CMVM.

DF // JH

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Número de desempregados inscritos no IEFP atinge em maio valor mais baixo de 28 anos

O número de desempregados inscritos no IEFP foi em maio de 305.200, valor mais baixo em 28 anos, descendo 12,9% face ao período homólogo, refere esta quarta-feira o Instituto do Emprego e Formação Profissional.

"O terminar do BPA foi talvez o primeiro passo para o desmoronamento da banca nacional"

O Banco Português do Atlântico faria este ano 100 anos de existência. Os ex trabalhadores juntaram-se para relembrar o ultimo grande baluarte de uma instituação com sede no Porto. Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do FC Porto, afirma que "o terminar do BPA foi talvez o primeiro passo para o desmoronamento da banca nacional".

Trabalhadores dos impostos em greve no dia 27 pela negociação das carreiras

Os trabalhadores dos impostos cumprem no dia 27 uma nova greve em protesto pela revisão das carreiras, desta vez convocada pela Associação Sindical dos Profissionais da Inspeção Tributária e Aduaneira (APIT) e cujo pré-aviso foi divulgado este sábado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.