Info

Votação é "balão de oxigénio" para o povo guineense - Líder do PRS

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Bissau, 10 mar (Lusa) - O líder do Partido da Renovação Social (PRS), Alberto Nambeia, disse que a votação de hoje constitui um "balão de oxigénio" para o povo guineense que pretende ver mudanças no país, após um impasse político de quatro anos.

Após votar em Mansoa, a 60 quilómetros a norte de Bissau, onde também é candidato à deputado, o líder do segundo maior partido do país disse estar confiante na vitória do PRS, a única solução para "tirar o país deste ciclo de instabilidade constante".

"Espero que tudo corra bem e que o país tenha um balão de oxigénio", declarou o líder do PRS, que a seguir visitou várias mesas de voto em Mansoa e nas localidades arredores, um bastião do partido.

"Acabei de votar e constatei a afluência dos eleitores. Penso que desta vez as pessoas estão a votar pela mudança no país", sublinhou Nambeia, reforçando a confiança na vitória do seu partido.

No comício de encerramento de sexta-feira, após 21 dias de campanha eleitoral, o líder do PRS disse acreditar que o seu partido vai ganhar as legislativas com 72 dos 102 deputados que compõem o parlamento guineense.

MB // PJA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Onze manifestantes detidos e 22 agentes feridos durante protesto em Hong Kong

A polícia de Hong Kong informou esta quinta-feira que 11 manifestantes foram detidos e 22 agentes ficaram feridos no protesto contra emendas à proposta de lei que preveem a extradição de suspeitos de crimes para a China.

Dois milhões em protesto em Hong Kong na véspera de greve geral - organização

Hong Kong, China, 16 jun 2019 (Lusa) -- Cerca de dois milhões de pessoas participaram hoje em Hong Kong num protesto contra a lei da extradição, segundo os organizadores, que apelam a uma greve geral na segunda-feira, enquanto a polícia estima a adesão em menos de 400 mil.

Netanyahu inaugura nos Montes Golã colonato batizado em honra de Donald Trump

Jerusalém, 16 jun 2019 (Lusa) -- O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, inaugurou hoje um novo colonato nos Montes Golã, território sírio anexado por Israel em 1981, batizado "Colina Trump" em honra do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.