Info

Centenas protestam em Macau contra reconhecimento das cartas de condução da China

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Macau, China, 09 mar (Lusa) - A chuva não demoveu centenas de manifestantes de protestarem em Macau contra o reconhecimento das cartas de condução da China no território, por se sentirem inseguros com a "cultura de condução dos chineses do continente".

"Muitos cidadãos locais estão preocupados com a cultura de condução e especialmente com a falta de consistência de segurança dos chineses do continente", disse à Lusa o deputado pró-democracia Sulu Sou, que pertence à associação Novo Macau, organizadora da manifestação.

O deputado pró-democracia de Macau e o único legislador a ser condenado por desobediência qualificada devido a um protesto realizado em 2016 ressalvou, contudo, que "Macau reconhece mais de 100 cartas de condução de outros países", mas que "esta situação afeta toda a sociedade",

Com pouco mais de 30 quilómetros quadrados e uma das maiores densidades populacionais do mundo, Macau tem cerca de 230 mil veículos motorizados e não tem metro.

Dados oficiais apontam que, no terceiro trimestre de 2018, havia 43.928 pessoas com dois ou mais veículos, numa população de cerca de 670 mil pessoas.

"Não acho que todos os condutores da China continental são maus condutores", disse, mas acrescentou que "as pessoas estão preocupadas e zangadas", sublinhou o mais jovem deputado de Macau, no começo do protesto no jardim Vasco da Gama.

No ano passado, o secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, assinou uma ordem executiva que permite aos portadores de carta de condução chinesa conduzirem em Macau, uma decisão que gerou a contestação de alguns deputados.

Sulu Sou defendeu, por estas razões, que Governo deve realizar uma consulta pública sobre o reconhecimento mútuo das cartas de condução com a China.

MIM // JPS

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Espanha: PSOE tem 122 deputados eleitos com 85,86% dos votos escrutinados

Os socialistas do PSOE com 122 deputados eleitos lideram a contagem de votos das eleições de hoje em Espanha quando estão escrutinadas 85,86% dos de votos, anunciou a comissão de eleições.

Juiz manda libertar antigo Presidente do Brasil Lula da Silva

Brasília, 08 nov 2019 (Lusa) - O juíz Danilo Pereira, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba, mandou hoje libertar o ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, menos de 24 horas após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir anular prisões em segunda instância.

Analistas brasileiros alertam para desorganização do sistema político graças a Bolsonaro

São Paulo, 17 nov 2019 (Lusa) -- Analistas brasileiros consideram que o Presidente brasileiro está a desorganizar o sistema político brasileiro, depois de falhar uma coligação no Congresso que fragiliza o poder executivo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.