Info

Higino Carneiro arguido por alegada má gestão no governo provincial de Luanda

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Luanda, 12 fev (Lusa) - O antigo governador provincial de Luanda Higino Carneiro foi constituído como arguido num processo de alegada má gestão durante o tempo em que exerceu essas funções, entre 2016 e 2017, indicou hoje o advogado do também antigo ministro.

Segundo José Carlos Miguel, a decisão foi anunciada depois de Higino Carneiro, 63 anos, ter sido ouvido, já na qualidade de arguido, pela Direção Nacional de Investigação e Ação Penal (DNIAP) angolana, que o interrogou hoje durante cerca de sete horas e meia.

O advogado de Higino Carneiro adiantou que só na quarta-feira sairá um despacho da Procuradoria-Geral da República (PGR) para determinar as medidas de coação.

NME/JSD // JH

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Estado Islâmico reivindica autoria dos atentados no Sri Lanka

O grupo 'jihadista' Estado Islâmico reivindicou hoje a autoria dos atentados suicidas no Sri Lanka contra igrejas e hotéis de luxo, que causaram no domingo a morte de mais de 300 pessoas.

Dados oficiais elevam para 207 número de mortos nas explosões no Sri Lanka

O balanço do número de mortos da série de explosões esta manhã em quatro hotéis, três igrejas e um complexo residencial no Sri Lanka é agora de 207 vítimas e 450 feridos, segundo dados oficiais.

Um português entre os mortos nas explosões no Sri Lanka

A cônsul de Portugal em Colombo, Preenie Pine, disse hoje à Lusa que existe um português entre as vítimas mortais das explosões que ocorreram em três igrejas e três hotéis no Sri Lanka.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.