Info

Requalificação do Pavilhão de Portugal arranca até ao final do ano

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 fev (Lusa) - O concurso público internacional para a requalificação do Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, será lançado em março, prevendo-se que as obras arranquem até final do ano, disse à Lusa fonte da Universidade de Lisboa, detentora do edifício.

A mesma fonte esclareceu que, só mediante a apresentação das propostas é que se saberá o custo total da obra, sendo que o preço base é "superior a 10 milhões de euros".

O Pavilhão de Portugal irá acolher um Centro de Congressos, com um auditório polivalente e capacidade de 650 lugares, permitindo a sua subdivisão em dois auditórios autónomos, um conjunto mínimo de nove salas, uma receção e salas de apoio.

Será ainda disponibilizado um Centro de Exposições, de caráter modular, onde possam ser organizadas simultaneamente diferentes exposições, destinado, nomeadamente, à divulgação e promoção do conhecimento e ao usufruto público do vasto espólio científico, cultural e artístico da Universidade de Lisboa.

O Pavilhão acolherá ainda um centro de receção de visitantes internacionais, adequado à internacionalização da Universidade de Lisboa, que irá permitir o funcionamento dos serviços de acolhimento a estudantes, docentes e investigadores associados à atividade académica da Universidade.

Serão ainda requalificados os espaços comuns, desenvolvida uma nova conceção de circulação, atualizados os sistemas de segurança e reabilitados os sistemas de ar condicionado e de iluminação.

A reabilitação e requalificação do Pavilhão de Portugal vai manter a traça do edifício, além de aumentar a ligação complementar entre o Edifício Principal e a Pala Cerimonial.

Ex-líbris da Expo'98, o Pavilhão de Portugal, desenhado pelo arquiteto Álvaro Siza, foi utilizado para diversas finalidades nas últimas duas décadas, acolhendo eventos dispersos, sem traço de continuidade ou organização programática.

O Pavilhão, classificado como Monumento de Interesse Público, constitui um marco da arquitetura e da cultura portuguesas, fazendo parte, desde 01 de agosto de 2015, do património da Universidade de Lisboa.

ACL/(RCP) // MCL

Lusa/Fim

+ notícias: País

Alterações climáticas vão gerar verões tempestuosos e abafados

As alterações climáticas estão a mudar a energia na atmosfera, levando a verões mais tempestuosos, mas também a longos períodos quentes e abafados, com implicações na qualidade do ar, segundo um estudo hoje divulgado.

Camião derrama combustível entre Vimieiro e Benavente e provoca quatro acidentes

Um pesado de mercadorias derramou esta segunda-feira combustível nas estradas nacionais 251, 119 e 118-1, entre Vimieiro (Évora) e Benavente (Santarém), tendo provocado o despiste de quatro viaturas na EN 251, com um ferido ligeiro, disse fonte da GNR.

Estradas na Serra da Estrela reabriram às 12h00

As estradas da Serra da Estrela, que esta segunda-feira de manhã estiveram encerradas devido à queda de neve, já reabriram, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.